Na cidade

Atrasos dos autocarros dos operadores vão ser penalizados pela Carris Metropolitana

Agora que todas as redes são geridas pela mesma empresa, torna-se mais fácil fiscalizar o serviço prestado.
Pretendem acabar com os atrasos.

A Carris Metropolitana, a marca única e integrada dos transportes urbanos da área metropolitana de Lisboa, pretende acabar com os atrasos dos autocarros e garantir que não existem supressões de carreiras. Para o fazerem, sempre que existam atrasos nas carreiras dos operadores estes serão penalizados.

“Haverá uma maior promoção da pontualidade. Vamos saber, em tempo real, em que local está cada autocarro, e os operadores serão penalizados se houver atrasos”,  explicou Ana Oliveira, diretora de gestão de contratos na Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), citada pelo “Expresso”.

Agora que todos os autocarros serão geridos pela mesma empresa, torna-se mais fácil ter “mecanismos de fiscalização do serviço prestado”, realça Rui Lopo, administrador da TML.

A nova empresa substitui alguns operadores dos subúrbios de Lisboa como a Vimeca ou a Transportes Sul do Tejo no contexto da nova rede de mobilidade global na Grande Lisboa.

Os novos autocarros são mais modernos e distinguem-se pela eficiência e sustentabilidade ambiental — através da implementação de veículos não poluentes —, bem como pela “qualidade no serviço prestado”, explicou a TML em comunicado. A rede conta com 820 carreiras.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT