Na cidade

Austrália atingiu a temperatura mais elevada em 60 anos

O instituto de meteorologia do país diz ainda que o recorde nacional pode ser quebrado já esta sexta-feira, 14 de janeiro.
A situação pode piorar.

A Austrália registou esta quinta-feira, 13 de janeiro, a temperatura mais elevada do país em 60 anos. O pico do calor deu-se por volta das 15 horas locais, com o termómetro a chegar aos 50,7 graus em Onslow, na Austrália ocidental.

A região já ultrapassou a marca dos 50 graus algumas vezes, mas o valor verificado a 13 de janeiro apenas foi igualado uma vez, em 1960, numa região deserta no sul do país. Os aeroportos de Roebourne e de Mardie também registaram temperaturas máximas altíssimas, de 50,5 graus.

Segundo o Bureau Of Meteorology (BOM), organismo do governo australiano, a massa de ar quente foi intensificada, em grande parte, pela ausência de chuvas na região. A máxima histórica registada na Austrália é também a maior temperatura alguma vez vista em todo o Hemisfério Sul.

Os termómetros da Argentina já chegaram a marcar 48,9 graus em 1905, mas nunca ultrapassaram os 50.

O instituto de meteorologia australiano acrescenta ainda que o valor verificado pode ser ultrapassado esta sexta-feira, 14 de janeiro, visto que se espera uma ligeira subida de temperatura em Onslow.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT