Na cidade

Aventura e descanso. As suas férias de sonho estão mesmo aqui ao lado de casa

Mergulhos nas melhores cascatas, atividades radicais e cenários que atraem turistas de todo o mundo. O Centro de Portugal é um verdadeiro fenómeno.
A Cascata Poço do Inferno é só uma das muitas surpresas da região.

Esqueça o computador e a Netflix. O bom tempo, mesmo quando está menos sol, convida a dias ao ar livre, que podem ser junto ao mar ou na serra. E não precisa de viajar de avião para explorar lugares magníficos, escondidos na natureza. 

À distância de uma curta viagem de carro, facilmente se chega ao Centro de Portugal, que contempla oito sub-regiões repletas de encantos. Aqui não falta cultura e história. Mas por agora, vamos focar-nos mesmo na beleza natural desta região — que é simplesmente perfeita para passar umas férias de sonho com a família inteira.

Começamos pelas sugestões radicais, logo no nível 10: fazer parapente naquele que é o ponto mais alto de Portugal — a Serra da Estrela. No concelho de Manteigas, pode aventurar-se neste voo e ter uma perspetiva única de um local tão aclamado que alia natureza e património aos desportos de aventura e de montanha. Aqui, tal como acontece na Aldeia Histórica de Linhares da Beira, apelidada de “Catedral do Parapente” por reunir as melhores condições de batismo de voo, é costume realizarem-se provas nacionais e internacionais desta modalidade. 

Se em vez de altos voos, prefere atividades aquáticas, no Centro não faltam ideias divertidas para fazer em família, com amigos ou mesmo sozinho.

No Médio Tejo, por exemplo, encontra a Estação Náutica de Castelo de Bode, um pequeno paraíso escondido para os fãs de wakeboard de todo o mundo. Se ainda não experimentou, este é o sítio obrigatório em Portugal.

Desportos náuticos que garantem momentos de pura diversão.

Já em pleno Mondego, na Região de Coimbra, é possível viver a adrenalina de descer o rio de caiaque. Uma experiência inesquecível mas com um nível de dificuldade apropriado até para principiantes. Entre rios e afluentes, não se esqueça de explorar os trilhos e passadiços para descobrir praias fluviais, cascatas e lagoas dignas de um filme. Se quer a tal fotografia para redes sociais, fica a dica: Cascata da Cabreia, em Sever do Vouga, concelho da Região de Aveiro. E mais não dizemos.

Por outro lado, vai gostar de saber que na costa do Oeste não faltam praias, perfeitas para a prática de surf. Afinal, é aqui que fica uma das zonas mais apreciadas por surfistas de todo o mundo: a Praia do Norte da Nazaré, detentora de recordes mundiais das maiores ondas surfadas. Também em Peniche, “Capital da Onda” em Portugal, são milhares os surfistas e amantes da modalidade que enchem as águas para competir, ou o areal para assistir a grandes provas nacionais e internacionais. Não sabe surfar mas gostava de experimentar? A onda direita mais longa da Europa na Praia de Quiaios, Figueira da Foz, convida a uma inesquecível aula de surf.  Vai fazer um brilharete! 

Para retemperar forças do cansaço, seja do surf ou de um dia de mergulhos e correrias no areal, aproveite para comer um peixinho fresco num restaurante à beira-mar.

A pé ou de bicicleta. E com tempo para respirar

Seja a nível mais profissional ou apenas para descobrir sítios de forma diferente, as bicicletas têm ganhado cada vez mais adeptos. E nesta região não faltam zonas para explorar desta forma. A Estrada Atlântica, no Oeste e na Região de Leiria, é perfeita para um passeio descontraído. Já em Aveiro é possível trocar os tradicionais moliceiros por esta modalidade para explorar a Ria, enquanto vai pensando numa deliciosa degustação de ovos moles para compensar o exercício. Mais no interior, a Ecopista do Dão é famosa entre os aficionados, com 49 quilómetros que unem Santa Comba Dão e Viseu. Um percurso que em tempos foi uma via férrea.

A juntar passeio, história e um pouco de adrenalina, o BTT é uma opção para os mais aventureiros passarem pelas míticas Aldeias do Xisto, onde pode aproveitar para descobrir os intensos sabores da tradicional chanfana e muitos outros característicos da serra.

Entre tantos, outro local bonito e fácil de descobrir na região Centro, é Monsanto, a “aldeia mais portuguesa de Portugal”, no concelho de Idanha-a-Nova. Esta e outras Aldeias Históricas de Portugal são um encanto e uma experiência peculiar para quem as visita. Ainda na Beira Baixa, é bom que fique atento. Quem sabe se em plena Reserva Natural da Serra da Malcata, concelho de Penamacor, não encontra um lince ibérico? Já na Região de Leiria, e se pretender fugir do sol, não há nada como descer às profundezas da Terra nas Grutas da Moeda, Mira de Aire, Alvados ou Santo António.

Se com tantas ideias de roteiro já começa a ficar cansado, não se preocupe: temos sugestões para recuperar o fôlego. O Centro de Portugal é conhecido pelas fantásticas termas, verdadeiras fontes de saúde e energia, envolvidas por ambientes de tranquilidade e cenários de uma beleza incomparável. Aqui, a ideia é mesmo desligar e relaxar.

De lembrar que por todo este território não faltam Lugares Património Mundial da Humanidade, castelos, igrejas, museus, peças de artesanato cheias de tradição e uma gastronomia maravilhosa, que deixam qualquer pessoa mais feliz no final das férias.

Carregue na galeria para ver alguns destes locais por descobrir.

 

 

 

Este artigo foi escrito em parceria com o Turismo do Centro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT