na cidade

Fórmula 1: bancadas cheias e pouco distanciamento social no Autódromo do Algarve

No regresso da Fórmula 1, houve quem não cumprisse as regras. Este domingo serão mais apertadas e podem levar à expulsão.
Foto de Ricardpires / Instagram.

A lotação de 90 mil pessoas do Autódromo do Algarve foi reduzida para quase 30 mil espectadores no regresso da Fórmula 1 a Portugal. Este sábado, 24 de outubro, decorreram as qualificações. Se na pista não houve complicações de maior, o mesmo não se pode dizer nas bancadas onde algumas das regras impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) não foram cumpridas por quem foi assistir à prova.

Várias imagens circularam durante o dia onde é possível ver ajuntamentos de pessoas, sem as devidas distâncias. Algumas também retiraram a máscara, algo que tinha sido uma das regras da DGS. A organização do evento garante que tudo correu como previsto e apenas detetou incumprimentos em duas das bancadas do Autódromo do Algarve, em Portimão.

“Quem não cumprir o que está assinalado nas bancadas e sair do seu lugar vai imediatamente para a rua”, disse Paulo Pinheiro, administrador do autódromo, ao “Jornal de Notícias”. Referiu que apenas nas bancadas  “Portimão 1” e Portimão 2” se verificaram situações que não estavam permitidas.

Nas bancadas foram marcados os lugares que deviam ser ocupados pelos espectadores. Houve quem não cumprisse essas linhas que foram delimitadas. A lotação máxima para o Grande Prémio de Portugal em Fórmula 1 foi definida para as 27 500 pessoas.

Este domingo, dia 25, prevê-se que seja o dia com o maior número de espectadores já que acontece a prova propriamente dita.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT