Na cidade

Banhos só na praia: piscinas municipais públicas do Algarve vão estar fechadas em agosto

É uma das medidas para combater a seca na região. O encerramento pode prolongar-se até setembro.
A única opção é ir à praia.

Em agosto não há banhos para ninguém nas piscinas públicas do Algarve. A não ser, claro, que esteja hospedado num hotel. Isto porque os dezasseis municípios da região decidiram encerrar estes equipamentos municipais durante todo o mês de agosto — e a diretiva poderá estender-se a todo o mês de setembro.

O encerramento das piscinas faz parte de uma das novas medidas de combate à seca na região, anunciou a Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) na sexta-feira, 15 de julho. As piscinas abertas nos territórios do interior algarvio são a exceção à regra.

O Conselho Intermunicipal aprovou também o encerramento das fontes ornamentais, a redução dos dias de rega e a interrupção da rega dos espaços verdes públicos que têm menor disponibilidade hídrica. “Algumas destas medidas já estão no terreno e outras irão ser reforçadas ou implementadas durante as próximas semanas, tendo em conta o cenário de seca que atinge a região e que, em alguns casos, é extrema”, dizem os presidentes das autarquias algarvias, citados pelo “Eco”.

Se a situação de seca e falta de recursos hídricos no distrito continuar, “a água pode mesmo vir a escassear nas torneiras dos algarvios, em outubro de 2023”, alerta o presidente da AMAL, António Miguel Pina.

Aproveite e carregue na galeria para conhecer os hotéis em Portugal onde pode ficar durante o verão por menos de 100€ por noite — todos com piscina.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT