Na cidade

Boa notícia. A greve no metro de Lisboa anunciada para 12 de outubro foi desconvocada

Os trabalhadores afirmam, porém, que não vão "desistir da luta". Já anunciaram uma paralisação para o próximo dia 25 de outubro.
O sindicato foi obrigado a voltar atrás.

Os trabalhadores do Metro de Lisboa tinham marcado uma greve de 24 horas para 12 de outubro. Agora, voltaram atrás e afirmam que a paralisação foi desconvocada.

A Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS) explica que esta decisão teve a ver com a decisão do tribunal arbitral de decretar a realização de serviços mínimos durante o dia de protesto, “ignorando claramente as características do trabalho em subsolo e a responsabilidade de garantir a segurança de funcionários e utentes”, refere o comunicado citado pelo “ECO”.

A decisão não foi, então, tomada pelos próprios trabalhadores, que afirmam que não vão “desistir da luta” e vão entregar esta sexta-feira, 7 de outubro, “um novo aviso prévio de greve.” A FECTRANS explicam que a nova paralisação decorrerá a 25 de de outubro, uma terça-feira. Não adiantam a duração da mesma, mas também poderá ser de 24 horas.

Os funcionários reivindicam aumentos salariais, uma melhoria nas condições de trabalho e a contratação de novos trabalhadores. Contudo, a administração do Metro não se mostra recetiva a dar resposta às solicitações, mesmo após meses de negociações.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT