Na cidade

Cascais suspende pagamento de parquímetros — mas Lisboa não pensa fazer o mesmo

No concelho de Cascais, a partir deste domingo e até ao final do ano não há parquímetros, para tentar conter a pandemia.
Situação em Lisboa mantém-se igual.

Cascais vai voltar a suspender o pagamento de parquímetros, uma medida formalizada pelo executivo esta quinta-feira, 29 de outubro, com o objetivo de contribuir para o controlo da pandemia. 

A informação foi partilhada pelo presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, na sua página do Facebook, numa publicação que entretanto se tornou popular, com centenas de comentários e milhares de partilhas.

No decreto mostrado por Carreiras, a autarquia explica que, face à situação da pandemia, foram implementadas medidas excecionais e transitórias destinadas à prevenção e contenção do vírus.

Nesse contexto, adianta o despacho, foi aprovada em reunião de câmara da 24 de março deste ano, quando o País se encontrava em estado de emergência, a suspensão dos pagamento dos parquímetros nas áreas de estacionamento do concelho, de forma a facilitar as deslocações necessárias, ajudar a limitar o uso de transportes públicos e fomentar o distanciamento social.

Agora, e com o novo crescimento de casos de Covid-19, a câmara sentiu ser necessário suspender novamente o pagamento e fiscalização dos parquímetros: já a partir de domingo, 1 de novembro, e até 31 de dezembro deste ano — podendo ser a medida entretanto prorrogada ou revogada.

Contactada pela NiT face a esta situação, fonte da autarquia de Lisboa, a maior do País, explicou que não vai acontecer, por agora, o mesmo na capital.

Apesar de esta medida ter sido aplicada também na cidade durante o confinamento, no contexto atual não está para já prevista a suspensão do pagamento e fiscalização de parquímetros, adiantou a mesma fonte.

Acabado de assinar.

Posted by Carlos Carreiras on Thursday, October 29, 2020

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT