Na cidade

Clientes Vodafone queixam-se de terem contactos desconhecidos no telemóvel

Nesta terça-feira começaram a circular várias imagens deste fenómeno nas redes sociais. Os responsáveis não são hackers.
Não precisa de ficar assustado.

Na noite de segunda-feira, 7 de fevereiro, a Vodafone foi vítima de um ataque cibernético. Desde então, os clientes não têm conseguido fazer chamadas normalmente e os diferentes serviços deixaram de dar respostas eficazes. No dia seguinte, terça-feira, começou a circular no Instagram e no Twitter vários screenshots onde víamos “números desconhecidos” associados a um único contacto: a Vodafone.

Isto foi o suficiente para lançar o pânico, com vários utilizadores a dizer que poderiam ser hackers. No entanto, a empresa já explicou ao “Público” que os números “pertencem todos à Vodafone.”

“Decorrem de uma funcionalidade da APP My Vodafone, já existente, que permite ao cliente identificar a origem do número chamador associado a campanhas de marketing. Caso os clientes não pretendam identificar o número chamador como Vodafone, podem apagar este contacto do telefone”, diz à mesma publicação.

Ainda não se sabe quem são os autores deste ciberataque. Segundo o jornal “Expresso”, os piratas informáticos da Lapsu$ Group escreveram “Vodafone” na sua página de Telegram. Este foi o grupo responsável pelo ataque à Impresa, que deixou várias plataformas e sites em baixo durante várias semanas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT