Na cidade

Comboio de alta velocidade que liga Madrid a Badajoz pode prolongar-se até Lisboa

Agora que têm uma nova infraestrutura, um dos planos da Renfe, a operadora ferroviária espanhola, é prolongar o comboio diurno até à capital portuguesa.
Já estava na hora.

As capitais de Portugal e Espanha estão separadas por mais de 600 quilómetros. De carro, a viagem não chega a durar seis horas. De comboio, a história é outra — a viagem demora  11 horas. É o dobro do tempo, mas isso pode estar prestes a mudar.

O serviço de alta velocidade que vai ligar a Madrid a Badajoz a partir de 19 de julho fez uma viagem de ensaio na quinta-feira, 23 de junho, refere o “Público”.

Esta ligação ferroviária só se tornou possível devido à inauguração de 150 quilómetros de via férrea entre Plasencia (na província de Cáceres) e Badajoz, que constitui também o início da futura linha de alta velocidade que ligará Madrid e Lisboa.

O Talgo S-730 partiu às 9h40 e é um comboio de alta velocidade que funciona a diesel e eletricidade, ideal para esta nova linha que só terá catenária (sistema de distribuição e alimentação elétrica aérea) no próximo ano. De acordo com a Renfe, operadora da rede ferroviária em Espanha, esta composição também estará apta a circular em Portugal. 

A operadora espanhola pretende chegar a acordo com a Comboios de Portugal (CP), para que o comboio diurno de Madrid a Badajoz possa prolongar a viagem até à capital portuguesa, via Portalegre, Abrantes e Entroncamento. O objetivo é que operadora espanhola assegure a ligação entre as duas capitais até à inauguração da linha entre Évora e Badajoz, que está atualmente em construção.

Ao “Público”, Isaías Táboas, presidente da Renfe, disse que a empresa “está interessada em prolongar este serviço de Badajoz até Lisboa”, propondo até uma divisão de despesas e receitas no trajeto português.

A partir de 19 julho, passará a existir uma ligação ferroviária diária entre Badajoz e Madrid que vai encurtar a viagem em 51 minutos. No entanto, a nova infraestrutura ainda não está eletrificada e, apesar de ser um comboio de alta velocidade — que pode circular a 250 quilómetros horas —, no imediato não poderá ultrapassar os 180 quilómetros por hora.

Carregue na galeria para descobrir o ranking das 10 melhores viagens de comboio para fazer o 2022, segundo o “The Lonely Planet”.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT