Na cidade

Construção da nova marina de Vilamoura já começou

Deverá estar concluída no último trimestre de 2024 e terá 68 postos de amarração destinados a embarcações de grande porte.
Obras custam 23 milhões de euros.

A falta de postos de amarração para embarcações é um problema no nosso País, principalmente na região sul, no Algarve. Mas isso está prestes a mudar: Vilamoura vai conseguir acolher mais navios de grande porte ainda este ano. A construção da nova marina da cidade, que representa um investimento de 23 milhões de euros, arrancou a 23 de janeiro.

 A estrutura, deverá está concluída no último trimestre de 2024, e ficará localizada ao lado da atual. Contudo, será “independente”. Os três novos pontões serão instalados na zona do anteporto e vão acolher 68 postos de amarração (destinados a embarcações de grande porte, ou seja, entre 20 e 40 metros), “dotados com as tecnologias mais recentes capazes de contribuir para o conforto dos utilizadores e a sustentabilidade ambiental”.

A nova marina “vem responder às necessidades do mercado relativamente a embarcações de grande porte”, explicou à NiT Isolete Correia, administradora da Vilamoura World. Atualmente, os navios destas dimensões que passam ao largo da costa portuguesa têm de navegar para outros países, como Espanha, por não terem onde atracar. A nova infraestrutura contará ainda sistemas de pump-out individuais para todas as embarcações, permitindo a recolha de águas residuais, pontos de carregamento para barcos elétricos e sistemas de monitorização e gestão remota dos consumos de água e eletricidade. 

Os preços para estacionar os grandes navios neste novo espaço ainda não foram revelados. A promotora está também a desenvolver estudos para implementar sistemas de dessalinização e geração de energia fotovoltaica para abastecimento eficiente de água e eletricidade.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT