Na cidade

Depois dos aumentos, as rendas em Lisboa e no Porto estabilizaram

No 2.º trimestre, o aumento foi de 10,8 por cento no País, segundo o Índice de Rendas Residenciais da Confidencial Imobiliário.
Lisboa e Porto estabilizados.

Demorou, mas depois das fortes subidas registadas nos últimos anos, Lisboa e Porto tiveram aumentos nas rendas abaixo da média nacional. De acordo com o Índice de Rendas Residenciais da Confidencial Imobiliário (CI), em Portugal, as rendas das casas subiram 10,8 por cento, em comparação ao mesmo período em análise, em 2018.

Em Lisboa, o índice registou um aumento de 5,6 por cento das rendas no segundo trimestre face ao período homólogo, depois de se manterem quase inalteradas (0,2%), de acordo com a mesma fonte.

No Porto, a variação no segundo trimestre de 2019 foi de 9,7 por cento, a mais baixa dos último dois anos. Também em termos trimestrais, a subida de 1,7 por cento demonstra um arrefecimento. O índice da CI, revista especializada no tratamento de dados do sector imobiliário, é calculado a partir dos valores dos novos contratos de arrendamento celebrados.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT