Subscreva a nossa newsletter para receber as melhores sugestões de lifestyle todos os dias.

na cidade

Depressão Dora trouxe frio, chuva e vento forte que levou à queda de árvores

A Proteção Civil registou mais de 340 ocorrências em todo o País. O distrito de Lisboa foi o mais afetado.
Os alertas vão manter-se até este domingo.

Esta sexta-feira, 4 de dezembro, a passagem da depressão Dora por Portugal levou a mais de 340 ocorrências. A Proteção Civil foi chamada a vários locais, principalmente para resolver problemas relacionados com quedas de árvores. O registo foi feito entre a meia-noite e as 23 horas deste dia, mas os alertas vão ser mantidos até este domingo, 6 de dezembro.

A depressão Doura trouxe frio, chuva, vento forte e agitação marítima. Lisboa foi o distrito do País com mais ocorrências registadas, 72. Depois, entre os mais afetados, estiveram Leiria e Setúbal, com 32 ocorrências. No Porto, por exemplo, a queda de uma árvore levou ao corte da circulação na linha de metro em Rio Tinto.

Já na zona da Serra da Estrela, devido ao nevão que se fez sentir, o acesso ao maciço central continua interrompido. Durante todo o dia deste sábado, 5 de dezembro, o litoral do País está em alerta laranja devido à forte agitação marítima.

Já no domingo, dia 6, são apenas os distritos de Lisboa, Leiria, Coimbra, Aveiro, Porto, Braga e Viana do Castelo que mantêm este nível de alerta, pelo menos até ao início da manhã. Já para segunda-feira, dia 7, não há previsão de qualquer alerta.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT