Na cidade

Descobrimos o desafio deste verão: um passeio de caiaque na barragem da Bravura em Lagos

A Waterfall Cons promove atividades diferentes com caiaques que se distinguem por serem movidos através de pedais.
São caiaques diferentes do habitual.

Os dias mais quentes convidam a passeios de barco ou de caiaque — se uns dos objetivo para o verão for viver uma experiência diferente. No final de 2019, quando ninguém imaginava que estivesse uma pandemia a caminho, Paula Paulino e Luís Moreno decidiram dar os primeiros passos para montar um projeto relacionado com a natureza.

Ela, bióloga e natural de Lagos, estava desempregada. Ele, falcoeiro e gestor ambiental e também nascido em Lagos, era proprietário do Falcon Finis, um projeto de falcoaria. Casados já há vários anos e amantes da natureza, decidiram ser parceiros numa outra aventura: a Waterfalcons 

A ideia surgiu durante um passeio no meio da natureza — uma das atividades favoritas do casal — e decidiram logo avançar com o projeto de tours de caiaque na barragem da Bravura, em Lagos. Na altura, Luís Moreno já tinha o hábito de passear naquele local com o seu próprio caiaque. 

Entretanto, surgiu a Covid-19 e o mundo entrou no modo stand-by. Dois anos depois, o conceito está finalmente pronto para tornar este verão ainda mais especial, proporcionando as primeiras voltas de caiaque na barragem da Bravura. “Os passeios focam-se na observação da natureza, que ali se encontra num estado semi-selvagem, durante os quais o guia irá destacar as espécies possíveis de observar: aves de rapina, garças, corvos, mamíferos como raposas e lontras ou até cobras, anfíbios, lagostins, mexilhões e peixes como percas, carpas e barbos”, explicam em comunicado. 

Não são, contudo, os típicos caiaques que se costumam encontrar perto das zonas ribeirinhas. Estes têm uma particularidade: são movidos a pedais, o que torna a condução mais fácil e menos cansativa, quase como se estivesse numa bicicleta. 

Os passeios promovidos pela Waterfalcons têm a duração de aproximadamente duas horas e o percurso realizado é de sensivelmente quatro a cinco quilómetros, a uma velocidade reduzida. É necessário ter, no mínimo, 12 anos, sendo que os menores de idade precisam do acompanhamento de um adulto.

Os guias falam português, inglês e espanhol e todos os participantes levam um walkie talkie para comunicarem ao longo de todo o passeio. O passeio custa 35€ por pessoa e as reservas podem ser feitas online.

Os caiaques.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT