Na cidade

Já não é obrigatório usar máscara na rua na Madeira

A medida entrou em vigor esta quarta-feira. Ainda assim, continua a ser necessária para aceder a espaços fechados.
As restrições estão a ser aliviadas.

O governo regional da Madeira decretou o fim de situação de calamidade — o nível de resposta à pandemia mais elevado — e colocou o arquipélago no nível alerta. A partir desta quarta-feira, 16 de março, deixa de ser obrigatório o uso de máscara na rua. Ainda assim, a mesma ainda será necessária para aceder a espaços fechados.

Entre outras alterações que entraram em vigor incluem o fim do isolamento para os infetados com Covid-19. Apenas os positivos sintomáticos têm de ficar em casa. Já quem não apresenta qualquer sintoma, poderá fazer a vida normal sem necessidade de qualquer quarentena.

A situação de alerta no arquipélago irá durar até ao final de março. Nessa altura, o governo regional voltará a reunir-se para avaliar a situação epidemiológica e perceber se terá de fazer alguma alteração às medidas que foram aplicadas.

O alívio das restições foi justificado pelo executivo com a elevada taxa de vacinação da população madeirense —  superior a 90 por cento — e com a taxa de mortalidade inferior a 0,8 por cento. Os números mais recentes relativos à evolução da pandemia na ilha indicam que estão identificados mais de 60 doentes internados com Covid-19.

Desde o início da pandemia já morreram na Madeira 216 pessoas devido à infeção por SARS-CoV-2.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT