Na cidade

É oficial. Madeira vai começar a cobrar taxa turística já este ano

Atualmente, o município de Santa Cruz é o único do arquipélago onde o pagamento já entrou em vigor.
Vai ser depois do verão.

As visitas à Madeira vão ficar mais caras nos próximos meses. O arquipélago vai ser um dos próximos destinos a exigir o pagamento de uma taxa turística, uma medida adotada por cada vez mais países e cidades, um pouco por todo o mundo.

A partir de dia 1 de outubro deste ano, os municípios da ilha vão começar a cobrar 2€ por noite, um valor alinhado com os já praticados noutras localidades portuguesas. A decisão foi anunciada esta segunda-feira, 26 de fevereiro, após ter sido aprovada pelo executivo municipal, presidido por Cristina Pedra, na sequência de uma reunião com a Associação Comercial e Industrial do Funchal – Câmara de Comércio e Indústria da Madeira (ACIF-CCIM). Com a entrada em vigor da medida apenas daqui a seis meses, a autarquia garante que “há tempo mais do que suficiente para notificar os agentes económicos”.

A taxa será cobrada “por hóspede e por noite, num máximo de sete noites, isentando os menores até aos 13 anos e também adultos por motivos de saúde ou por questões indicadas pela Segurança Social” anunciou Pedro Calado, o presidente da Associação de Municípios da Região Autónoma (AMRAM), citado pelo “Jornal Económico”.

A medida proposta pelo Governo Regional foi aceite de forma quase consensual. A implementação desta tarifa deverá resultar uma receita anula de 13 milhões de euros, refere o município em comunicado.

Os empreendimentos hoteleiros vão arrecadar 2,5 por cento do valor pago pelos visitantes. Atualmente, o município de Santa Cruz é o único onde já é cobrada taxa turística.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT