Na cidade

É oficial: Portugal continental está em situação de seca severa e extrema

No mês de maio, as temperaturas registadas colocaram 97 por cento do território em seca severa.
É uma situação preocupante.

O mês de maio deste ano foi o mais quente e seco dos últimos 92 anos em Portugal, como a NiT já tinha anunciado. Os dias estiveram bem mais quentes que o normal para a época do ano, o que colocou o País com cerca de 97,1 por cento do território em seca severa e 1,4 por cento de seca extrema.

O Governo reconheceu oficialmente, na segunda-feira, 27 de junho, a situação de seca severa e extrema em todo o território de Portugal continental, “um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola”. Após uma ligeira melhoria nos meses de março e abril, as temperaturas dos meses de maio e junho vieram agravar a situação de seca. 

“Esta situação sofreu um agravamento na primeira quinzena de junho com a totalidade do território continental em situação de seca severa ou extrema”, pode ler-se no documento publicado em Diário da República. 

Este reconhecimento oficial por parte do governo pretende minimizar os efeitos da seca na atividade agrícola, assim como nos rendimento dos agricultores graças aos apoios que poderão vir a receber.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT