Na cidade

Mesmo com desconfinamento, EMEL mantém o estacionamento gratuito em Lisboa

Empresa municipal diz que mesmo com o desconfinamento a avançar, o pagamento continua suspenso. Não se sabe quando regressa.
Não se sabe quando volta.

O aviso chegou da própria EMEL, na sua página oficial, no início desta semana: mesmo com o País a tomar os primeiros passos no sentido do desconfinamento, o pagamento do estacionamento na via pública continua, para já, suspenso.

“Lisboa ainda mantém o estacionamento gratuito, mesmo depois das primeiras medidas tomadas pelo governo para aligeirar as medidas de confinamento”, explica na plataforma a empresa municipal.

A EMEL adianta ainda que, durante este período, os residentes com dístico válido podem estacionar gratuitamente em qualquer parque da EMEL. Os dísticos de residente ou de comerciante, ativos até 15 de janeiro e que iriam caducar durante o período da suspensão, também podem ser renovados com validade prolongada até 31 de março de 2021.

A empresa diz que, apesar disto, vai continuar a salvaguardar a qualidade do espaço público e da mobilidade dos peões, fiscalizando o cumprimento do código da estrada, nomeadamente em relação ao estacionamento indevido.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT