Na cidade

EMEL vai investir 3,6 milhões de euros em novas bicicletas (e peças)

A ideia é adquirir entre 1.600 a 2.300 bicicletas para a rede Gira.
É um enorme investimento.

A Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa, mais conhecida como EMEL, prepara-se para lançar um concurso para adquirir entre 1.600 e 2.300 bicicletas e peças para a rede Gira.

“O concurso que vamos agora colocar no mercado é uma bolsa de três milhões de euros, com 600 mil euros para peças”, avançou o administrador da EMEL Nuno Pina, citado pela “TSF”.

O objetivo é que no início do verão seja possível dobrar o número de bicicletas e de estações que o sistema Gira dispõe atualmente, “com mais 80 estações” e 750 bicicletas elétricas — estas fazem parte de um concurso lançado no ano passado.

A rede Gira funciona através de uma app que permite a aquisição de diferentes passes (diários, mensais ou anuais). Há diferentes formas de pagamento. Com a app e a subscrição feita, os utilizadores podem escolher a bicicleta, retirá-la da doca e circular. Além disso, conta com um mapa online que permite saber os locais onde estão disponíveis bicicletas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT