Na cidade

Enquanto o resto da Europa congela, na Grécia o calor aperta e as praias estão cheias

Mesmo com pandemia, os gregos não resistiram a valores de 23 graus e foram a banhos.
Imagem do Youtube /argolikeseidhseis

Que o clima está diferente já ninguém questiona, sendo apenas a dúvida o quão mudado está; e quão preocupante isso será, o que significará, para o planeta e gerações futuras. Para já, 2021 está a viver um inverno particularmente frio na Europa, com Portugal a registar temperaturas abaixo do comum durante muito tempo e neve em locais incomuns; e regiões em Espanha a bater recordes sucessivos de valores mínimos de temperatura, além de fortes nevões.

E enquanto isto, na Grécia, as máximas chegam aos 23 graus, está sol e faz-se praia — mesmo com pandemia. Enquanto o resto da Europa congela, um fim de semana de calor em pleno janeiro foi mais tentação do que os gregos conseguiram aguentar, e acorreram em massa às praias do país.

Segundo a “Reuters“, os gregos foram às praias e parques públicos no domingo, quando uma rara onda de calor ofereceu um escape aparentemente irresistível para o início de ano complicado que o mundo está a viver.

Com as temperaturas em Atenas previstas para chegar aos 23 Celsius as pessoas acorreram aos areais, nadaram no mar e passearam no calçadão da costa de Atenas este domingo, 10 de janeiro, enquanto a polícia patrulhava para controlar a multidão.

A Grécia está em bloqueio parcial desde o início de novembro, com pessoas obrigadas a usar máscaras em público. Na sexta-feira, as autoridades estenderam as restrições, incluindo a proibição de reuniões públicas, até pelo menos 18 de janeiro, uma vez que se esforça para diminuir o aumento das infecções principalmente no norte, lembra a agência noticiosa.

Este fim de semana, após viver um dos anos mais quentes já registados em todo o mundo em 2019, a Grécia foi assolada por massas de ar quente e poeira vindas do continente africano, com uma zona de Atenas a ter alegadamente chegado aos 31 ° C, ao sol, no domingo. Na ilha de Creta, os termómetros chegaram aos 26 graus. Nos últimos 50 anos, altas temperaturas assim em janeiro foram vistas apenas duas vezes: em 1987 e 2010, disse o Observatório Nacional de Atenas.

“O tempo está a deixar-nos loucos. Porque vemos neve, frio e desastres na Europa, Espanha, e aqui temos dias bonitos, temos sol ”, explicou um banhista Pavlos Vlachos, à Reuters. Os valores deverão começar a descer esta semana, segundo as previsões locais.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT