Na cidade

As primeiras imagens da nova estação de Santa Apolónia com cor vermelha

A alteração para a cor original estará ligada ao projeto de um novo hotel que vai nascer em breve nesta zona da cidade.
A cor de antigamente.

As notícias não são totalmente novas, mas a informação mais detalhada apanhou muita gente de surpresa. E isto devido a um pormenor: o regresso da Estação Ferroviária de Santa Apolónia ao tom vermelho vivo.

Desde 2019 que se fala na abertura, numa das mais importantes estações do País, de um novo hotel. O The Editory Riverside tinha inauguração prevista para outubro deste ano, porém essa data teve de ser adiada. Será a grande aposta da The Editory Collection Hotels, a nova marca da Sonae Capital Hotelaria, na cidade de Lisboa.

De acordo com a informação disponibilizada no site do hotel, este vai permitir “embarcar numa viagem pela História, marcada pelo ritmo de partidas e de chegadas, desenhada em linhas que se estendem a tantos outros pontos do mapa”. A Sonae adianta ainda que o “The Editory Riverside é a porta de acesso a um cais de experiências que se perdem entre a linha do horizonte vista à janela e os caminhos que confluem num só local com tantos idiomas e sotaques misturados”.

O The Editory Riverside vai ficar mesmo junto à estação de Santa Apolónia e além dos quartos, terá um restaurante, um bar, salas de reunião e duas piscinas: uma interior e outra exterior.

O hotel terá aproximadamente 120 quartos. O contrato entre a Infraestruturas de Portugal e a empresa estará em vigor durante 35 anos.

Segundo adiantaram vários meios esta semana, a nova mudança de cor dever-se-á precisamente ao projeto em desenvolvimento no interior da estação, na Avenida Infante Dom Henrique, uma das artérias mais movimentadas de Lisboa e onde se situa o edifício histórico. Na prumada do edifício oposta à do hotel, nascerá uma nova residência universitária, graças a um protocolo feito entre a Infraestruturas de Portugal, a Universidade Nova e o ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Esta novidade terá 260 camas, espalhadas por uma área de 4732 metros quadrados.

O tom de vermelho que encontramos agora na Estação Ferroviária de Santa Apolónia despertará, com certeza, várias memórias de todos aqueles que já vivem em Lisboa há vários anos. Isto porque, antes de ser pintada de azul nos anos 90, a fachada da estação era preenchida por um vermelho com um tom semelhante. Esta nova cor, no entanto, só é visível na ala do lado do rio por enquanto, não sendo certo se assim se manterá. .

De seguida, carregue na galeria para espreitar as primeiras imagens da NiT da “nova” e mais garrida estação:

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT