Na cidade

Este cão esteve 6 dias à porta de um hospital à espera do dono que estava internado

Todos os dias o levavam para casa e todos os dias fugia para voltar para a porta do hospital. Só saiu quando o dono teve alta.
Só saiu com o dono.

Cemal Senturk estava em casa no passado dia 14 de janeiro quando se sentiu mal. A família chamou uma âmbulância que levou o homem para o hospital central de Trabzon, na Turquia. Poucos minutos depois de o homem ter dado entrada nas urgências, surgiu à porta do hospital o seu cão, Boncuk. E por lá ficou, durante os seis dias que durou o internamento do dono.

A história está a comover o mundo, revela a “CNN”. De acordo com a cadeia norte-americana, quando os responsáveis hospitalares se aperceberam que o cão estava à porta do hospital à espera de Cemal, contactaram a família do homem, que se apressou a ir buscar o animal e a levá-lo para casa. 

Mas foram esforços sem efeito, adianta a “CNN”. “Apesar de a família o ter levado para casa, o cão votava todos os dias e ficava junto à porta das urgências”, revelou um administrador do hospital. Todos os dias a família levava Boncuk para casa e todos os dias o cão arranjava forma de voltar a sair e ir à procura do dono ao último local onde o vira.

O cão nunca teve qualquer comportamento agressivo nem nunca interagiu com qualquer outra pessoa: “limitava-se a ficar à porta do hospital à espera do dono”.

Quando teve alta, seis dias depois de ter sido admitido nas urgências, Cemal teve uma surpresa especial. Boncuk estava à sua espera, claro, à porta do hospital.

O momento do reencontro foi fotografado.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT