Na cidade

Feira de inverno e outras sugestões gratuitas para o fim de semana na capital

Os carrinhos de choque, carrosséis e farturas regressaram ao Terraplano de Santos — mas há muito mais para fazer em Lisboa.
A Feira de Inverno está de volta.

Ainda não chegámos à primavera, mas as temperaturas amenas previstas para este fim de semana convidam a passeios à beira-mar ou a uma tarde de copos numa esplanada. Nem sempre é possível aproveitar folgas solarengas em pleno inverno — é melhor não desperdiçar a oportunidade.

Se ainda não tem planos para os próximos dois dias, não se preocupe: a NiT foi à procura das melhores atividades gratuitas para fazer em Lisboa este fim de semana. E, se por acaso, é daquelas pessoas que não resiste a farturas ou algodão-doce, não pode deixar de passar pela freguesia de Estrela.

A famosa Feira de Inverno, instalada no Terrapleno de Santos, regressou na passada quinta-feira, 25 de janeiro, e promete “ocupar os dias de pais e filhos e garantir muita alegria e entretenimento para toda a família”. O recinto conta com as habituais bancas de artesanato e produtos regionais, jogos tradicionais, carrosséis, roda-gigante, carrinhos de choque e muito mais.

Se ainda não teve oportunidade, pode sempre aproveitar o fim de semana para ver ao vivo a “The Knotted Gun”. A estátua pacifista de homenagem a John Lennon chegou a Portugal no mês de janeiro e foi instalada no espaço público do LX Living, um empreendimento nas Amoreiras.

A escultura, criada pelo artista Carl Fredrik Reuterswärd em 1984, já tinha passado por vários países, como Luxemburgo, Estados Unidos, Suíça, África do Sul e Líbano. O sueco era um amigo da família do antigo elemento dos The Beatles, pensou nesta obra após a morte do cantor em 1980.

Nos próximos dias, há também uma série de exposições gratuitas — como a “Jamaika”, que dá a conhecer este bairro do Seixal —, bem como concertos e atividades para os miúdos.

Confira abaixo as sugestões gratuitas da NiT para este fim de semana em Lisboa.

Sábado, 27 de janeiro

Visita guiada ao Palácio dos Marqueses de Tomar

Construído na segunda metade do século XIX, o Palácio do Marquês de Tomar serviu de residência de António Bernardo da Costa Cabral, primeiro Marquês de Tomar. Em 1970 foi adquirido pela Câmara Municipal de Lisboa que ali instalou a Hemeroteca. Desde 2013 que alberga a Comunidade Brotéria, cuja biblioteca conta com cerca 150.000 monografias e mais de 200 publicações periódicas. Nestas visitas guiadas, vai ficar a conhecer a biblioteca que se esconde atrás das paredes, bem como a história do palácio. 

Visita ao Museu do Ajube

A visita orientada à exposição de longa duração do Museu do Aljube tem início no memorial de homenagem aos presos políticos e ao painel sobre a história do edifício; prossegue no piso 1, com a caracterização do regime ditatorial português (1926-1974), os seus meios de repressão e opressão (a censura, as polícias e os tribunais políticos). A seguir percorre-se o piso 2, onde se desvenda a resistência das oposições (semi-legais e clandestinas), a prisão, a tortura, os curros de isolamento. Por fim, no terceiro andar,  ficará a sabr mais sobre a luta anticolonial e os movimentos independentistas de libertação, o derrube da ditadura e o 25 de Abril de 1974.

Programa para os miúdos no Royal Cine Cineclube

O Royal Cine Cineclube vai apresentar um programa para a família: aqui, são os alunos que vão apresentar o filme “Titine”, de Kajsa Naess. A produção conta a história do engenheiro aeronáutico Umberto Nobile e a sua cadela, Titina, que foram convidados a participar numa expedição para sobrevoar o Polo Norte pelo famoso explorador norueguês Roald Amundsen.

Concerto dos Solistas da Metropolitana 

O grupo dos Solistas da Metropolitana, composto por Carla Pereira,Nonna Manicheva, Andrei Ratnikov, Alessio Cunha, Vladimir Kouznetsov e Savka Konjikusic, vão atuar às 17 horas no Museu do Oriente. O concerto inclui obras de Joly Braga Santos, Fernando Lopes Graça e Eurico Carrapatoso.

Espetáculo interativo “O Jogo”

Partilha, procura e estratégia são as palavras-chave do espetáculo “O Jogo”, que vai acontecer na Quinta Alegre – Um Teatro em Cada Bairro. Aqui, quem assiste também joga, participando e ativando a consciência sobre cidade e direitos humanos. Em toda a partida está presente a proposta de José Saramago que, no discurso de agradecimento pelo Prémio Nobel, falou sobre a responsabilidade de cada pessoa. 

Exposição “Jamaika”

O centro artístico de Lisboa arranca 2024 com uma exposição que dá a conhecer o Bairro da Jamaica, uma comunidade no Seixal com cerca de 700 habitantes, frequentemente racionalizada e marginalizada, e a sua luta pelo direito à habitação condigna. A mostra que retrata a vida desta comunidade foi desenvolvida ao longo de três anos por José Sarmento Matos.

Recital de guitarra clássica de Sandor Mester

Ac Catedral de São Paulo recebe um recital de guitarra clássica por Sandor Mester. O programa inclui música de Francesco Canova da Milano, J.S. Bach, Francisco Tarréga, Bela Bartók e Carlos Paredes.

Teatro “Agora Nascíamos Outra Vez”

Com textos de Patrícia Portela, música de Noiserv e coreografia de Aldara Bizarro, a nova produção da Companhia Maior parte da imaginação do elenco e do que sabemos e sentimos sobre crises do mundo presente, que ameaçam e exigem ação, para refletir sobre o futuro. A criação do Isto é PARTIS & Art for Change 2024 vai estrear na Fundação Calouste Gulbenkian.

Domingo, 28 de janeiro

Feira de Inverno da Estrela

A festa, que já começa a ganhar alguma tradição na cidade regressou no dia 25 de janeiro, promete “ocupar os dias frios de pais e filhos e garantir muita alegria e entretenimento para toda a família”. O recinto irá contar com as habituais bancas de artesanato e produtos regionais, jogos tradicionais, carrosséis, roda-gigante, carrinhos de choque e muito mais.

Exposição “As Mulheres de Maria Lamas”

É na Fundação Calouste Gulbenkian que vai encontrar uma exposição que mostra, pela primeira vez em Portugal, a obra fotográfica da jornalista e escritora, pedagoga e investigadora, tradutora e fotógrafa, lutadora pelos direitos humanos e cívicos em tempos de ditadura, Maria Lamas.

Com curadoria de Jorge Calado, a mostra celebra os 75 anos da obra “As Mulheres do Meu País de Maria Lamas”, marco monumental do jornalismo e da literatura portuguesa do século XX.

Exposição “Fragmentos de Emoção”

A mostra de artes plásticas está patente na Arca Gallery. Vai poder ver obras de artistas como Pierr Britt, Xicofran, Pedro César Teles, João da Silva, François Farcy, Arlette Marque, Jennifer Fleming, Luis Filipe de Araújo e Jorge Moreira

Exposição “Ora, Faço Gravuras”

Os trabalhos do cartoonista Luís Afonso, o conhecido autor de Bartoon (Público) e de Barba e Cabelo (A Bola) estão expostos no Museu Bordalo Pinheiro. Pode descobrir uma série de cartoons, publicados ao longo das últimas décadas, dedicados aos museus, ao património e à cultura, entre as 10 e as 18 horas.

Exposição Santuários Marianos de Portugal”

A mostra fotográfica que está patente no Convento da Graça apresenta os mais emblemáticos tempos dedicados ao culto de Maria que existem de norte a sul do País. A exposição esteve nos jardins do Palácio de Belém durante a Jornada Mundial da Juventude.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT