Na cidade

GNR chamada para interromper festa ilegal em Cascais com mais de 100 pessoas

A GNR apreendeu 13 doses de haxixe, um controlador de DJ, três colunas de som, um tripé, um gerador e um computador portátil.
Mais um ajuntamento interrompido.

Apesar dos avisos das autoridades, continuam os ajuntamentos. Uma festa ilegal que juntou mais de 100 pessoas na zona florestal de Alcabideche, no concelho de Cascais, no sábado, foi interrompida pela GNR depois de uma denúncia de ruído.

Em comunicado, o Comando Territorial de Lisboa desta força de segurança explica esta segunda-feira, 12 de abril, que a operação policial decorreu após uma denúncia de ruído, tendo os militares se deslocado “de imediato para o local”, uma zona florestal da localidade de Alcabideche.

“No decorrer das diligências policiais foi possível identificar 97 pessoas que se encontravam em incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário [devido à pandemia de Covid-19], tendo sido elaborado o respetivo auto de contraordenação”, adianta a nota, citada pela Agência Lusa.

No âmbito desta operação, as autoridades elaboraram também dois autos de contraordenação no âmbito do regulamento geral do ruído e três por consumo de estupefacientes, que foram remetidos à Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência. A GNR apreendeu ainda 13 doses de haxixe, um controlador de DJ, três colunas de som, um tripé, um gerador, um computador portátil e uns auscultadores.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT