Na cidade

Governo francês vai dar um cheque combustível de 100€ a quem ganha menos de 2 mil

A medida abrange trabalhadores dependentes e independentes, desempregados à procura de emprego e reformados.
Uma preciosa ajuda.

A crise do aumento dos preços dos combustíveis não é só portuguesa: um pouco por todo o mundo, há queixas, protestos e famílias e negócios em dificuldades por causa da escalada dos últimos meses.

Em França, o governo anunciou que, a partir de dezembro vai disponibilizar um “cheque-combustível” único de 100 euros a cerca de 36 milhões de condutores que ganham menos de 2000 euros brutos por mês, devido à subida do valor por litro do gasóleo e da gasolina.

Segundo a Agência Lusa, citada pelo “Público“, a medida foi comunicada na quinta-feira, 21 de outubro, pelo primeiro-ministro francês, Emanuel Macron. Este apoio financeiro será concedido uma única vez a trabalhadores dependentes e independentes, desempregados à procura de emprego e reformados 

A iniciativa surge no contexto de um crescente descontentamento público com a crise energética global, numa altura em as famílias ainda estão a recuperar dos efeitos económicos da pandemia. Segundo o governo francês, esta é “uma resposta excecional para uma situação excecional”. 

Em 2018, as manifestações contra o aumento dos preços do gasóleo deram origem ao movimento de protesto Coletes Amarelos que nos meses seguintes alastrou a muitas cidades francesas, onde durante meses, a alteração da ordem pública e os episódios de violência foram uma constante. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT