Na cidade

Governo pode pagar-lhe até 7.500€ para trocar as janelas da sua casa

Um novo programa para fomentar a eficiência energética vai abranger obras em casas anteriores a 2006.
Pode aproveitar a oportunidade.

Em nome do ambiente, da melhor eficiência energética das casas portuguesas e até da economia, o governo vai lançar um programa, para apoiar pequenas obras em casas anteriores a 2006, que lhes permitam conseguir uma poupança energética real.

Segundo adianta a “Renascença” esta quarta-feira, 2 de setembro, as obras ou compra de material para alterações, tais como a colocação de novas janelas ou painéis fotovoltaicos, vão poder ser comparticipadas a 70%, com um limite de até 7.500 euros. Com uma regra: que a casa seja anterior a 2006, sendo o programa focado sobretudo em habitações que foram construídas ainda sem preocupações de eficiência que agora são, normalmente, aplicadas.

“É uma forma muito simples de as pessoas terem um duplo ganho: um apoio direto ás obras que fazem e um apoio que acaba por se traduzir numa fatura elétrica ou de gás mais baixa. E também um ganho público porque temos mesmo de ser mais eficientes na energia que consumimos no país e esse é um objetivo do governo”, explica o ministro do Ambiente, José Pedro Matos Fernandes, citado pela rádio.

O programa, de 4,5 milhões de euros, é apresentado esta quarta-feira, começa a funcionar no dia 7 e está enquadrado no programa de recuperação económica incluído no orçamento suplementar para este ano. “A informação pedida é simples: vão fazer a obra, vão ter de ter fatura do empreiteiro ou da aquisição do equipamento, por exemplo de uma bomba de calor e, depois, o que têm de fazer é enviar a fatura de forma automática e digital e também com algumas evidências fotográficas de que a intervenção foi feita porque poderá haver sempre uma inspeção e depois o dinheiro é-lhes creditado na conta”, explica o ministro do Ambiente.

Segundo a rádio, entre as obras que poderão estar apoiado contam-se o isolamento térmico, desde que feito com ecomateriais, instalação de janelas eficientes de classe igual ou superior a A+, Instalação de painéis fotovoltaicos e intervenções que visem a eficiência hídrica: e outros. A partir desta quarta-feira a informação começa a estar disponível no site do Fundo Ambiental que, segundo o governo, deve mesmo consultar. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT