na cidade

Greve de 3 dias leva menos barcos a circular entre Lisboa e a Margem Sul

As horas de maior movimento serão as mais afetadas. Condicionamentos vão decorrer até esta quinta-feira, 23 de setembro.
A greve dura três dias.

Até esta quinta-feira, 23 de setembro, haverá menos barcos a fazer a travessia do Tejo entre Lisboa e a Margem Sul. A Transtejo e Soflusa estão em greve durante os próximos três dias. O protesto dos trabalhadores arrancou esta terça-feira, 21. São as horas da manhã e do final da tarde as mais afetadas.

Desde o início da semana que no site da Transtejo e nas várias estações fluviais foram colocados avisos sobre a greve a alertar os passageiros para os constrangimentos que iriam sentir por estes dias. As greves foram marcadas durante os plenários realizados entre 6 e 7 de setembro.

Já este ano tinham sido realizadas greves parciais em maio, junho e julho. O tribunal arbitral do Conselho Económico e Social (CES) decretou serviços mínimos para as ligações fluviais do Barreiro e de Cacilhas, mas apenas serão garantidas as primeiras ligações da manhã, logo às cinco horas.

Em causa está o congelamento dos salários e a falta de subsídios que são reivindicados pelos trabalhadores da Transtejo e da Soflusa. Por exemplo, entre o Barreiro e o Terreiro do Paço, só estão garantidas ligações entre as 11h25 e as 17h35, durante a tarde.

Já entre Cacilhas e o Cais do Sodré, haverá barcos entre as 9h20 e as 16h45 e depois só a partir das 20h15.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT