Na cidade

EDP vai levar os portugueses às Caraíbas no barco do Lufinha

Os nomes de todos os tripulantes desta missão sustentável vão estar gravados na embarcação do navegador português.
Barco vai deslocar-se com recurso a energias renováveis

Quando pensamos em energia ainda estamos formatados para nos lembrarmos de eletricidade ou combustíveis, mas a energia é muito mais do que isso — e tão simples como um sopro, o calor ou uma corrente de água. E se já adotámos as energias renováveis para tantas soluções da nossa vida, até por defesa do planeta, por que não sermos ainda mais arrojados e atravessar o Atlântico num barco que é movido pelo vento, o sol e o mar? 

Este é o desafio solitário que Francisco Lufinha vai concretizar, já em novembro, na EDP Atlantic Mission. O recordista mundial da mais longa viagem de kitesurf sem paragens tem como objetivo chegar às Caraíbas sem ajuda de um motor. Aliás, esta missão pode mesmo alcançar um novo recorde do Guiness. O barco no qual se vai deslocar terá apenas um kite que o levará nesta aventura até ao outro lado do Atlântico.

Ainda assim, a verdade é que o atleta não vai viajar inteiramente sozinho. Para que a viagem seja de todos nós Francisco leva consigo no barco os portugueses. “Põe o teu nome no barco do Lufinha” é a iniciativa da EDP Atlantic Mission, através da qual qualquer pessoa pode inscrever o seu nome no kiteboat e dar uma energia extra ao navegador.

A sustentabilidade é um dos pilares da EDP e esta missão tinha também de ter uma vertente de sensibilização e promoção de boas práticas. Assim, ao inscrever o nome no barco, cada “marinheiro” compromete-se com uma ação sustentável: pode ser apanhar plástico na praia, floresta ou no rio, trocar os seus produtos por opções com certificação ambiental, reduzir o uso de embalagens de utilização única ou optar por energias renováveis, por exemplo. A ideia é que sejam mudanças simples de concretizar que demonstrem que, com pequenos gestos de cada um, é possível fazer uma grande diferença.

Francisco Lufinha era o nome incontornável para liderar este projeto, sobretudo depois de ter percorrido mais de 3300 quilómetros a ligar o território nacional por mar de kitesurf. Para esta missão ainda mais ambiciosa, o kitesurfer já testou o seu veículo numa viagem oceânica de quatro dias que ligou Cascais à Madeira.

Sensibilizar para a preservação dos oceanos é o grande objetivo desta campanha, que faz parte do super projeto EDP Changing Tomorrow Now, que já decorre nos 22 países onde a empresa está presente. Desta forma, a EDP pretende tornar-se 100% verde até 2030.

Este artigo foi escrito em parceria com a EDP.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT