Na cidade

Há novos passadiços de madeira junto ao rio Minho para descobrir esta primavera

O passadiço de Monção foi criado no âmbito das obras de requalificação do Parque das Caldas e área envolvente.
São maravilhosos.

Há mais uns passadiços de madeira para caminhar, explorar e aproveitar o melhor da natureza. E estes são ribeirinhos e novinhos em folha. Em Monção, nasceu o “Galiza Mail’o Minho”, o novo percurso pedonal do concelho que une o centro histórico da vila às margens do rio Minho.

Segundo explica a autarquia no seu site, o passadiço foi criado no âmbito das obras de requalificação do Parque das Caldas e área envolvente, onde foram construídas várias estruturas de lazer. Entre elas, encontra-se esta nova estrutura de madeira junto ao rio Minho e ecovia até ao posto aquícola, em Troviscoso, que pretende “potenciar a atividade desportiva” e reavivar o relacionamento das pessoas com o rio.

Pretendendo também facilitar uma ligação pedonal entre a zona ribeirinha e o centro histórico da vila, o município de Monção construiu estes Passadiços “Galiza mail’o Minho” numa intervenção que englobou, ainda, a reconstrução dos muros de suporte dos antigos socalcos de cultivo e a iluminação pública da muralha.

Segundo a autarquia, ao longo do passadiço de madeira estão disponíveis lugares de descanso e contemplação, permitindo aos caminhantes desfrutar de alguns momentos de repouso e, ao mesmo tempo, apreciar a envolvente paisagística, fluvial e monumental, “simbolizada pelo rio Minho e pelas imponentes muralhas de Monção, monumento nacional desde 1910”.

Pode chegar a esta ligação pedonal através de uma abertura existente no pano da muralha junto às escadas do Arado, na Avenida General Humberto Delgado.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT