Na cidade

Há uma nova piscina ao ar livre para aproveitar em Lisboa (com entrada a 5€)

Fica na nova Impact House do Restelo, onde também pode experimentar comida deliciosa e pernoitar, tudo de forma sustentável.
O novo espaço da capital.

Há um novo espaço em Lisboa onde pode ir beber um café, almoçar ou jantar, dar um mergulho refrescante ou até pernoitar. Tudo por preços acessíveis, com condições e detalhes incríveis e com a noção de que está de alguma forma a integrar-se numa comunidade que tem um principal objetivo na vida: criar impacto positivo, procurar retribuir mais do que o que gasta ou retira do planeta.

Impacto positivo: este é um conceito que normalmente caminha aliado a questões de ambiente e de sustentabilidade mas Rita Marques, a fundadora e CEO da Impact House, frisa à NiT: o ponto fulcral da filosofia deste hostel no Restelo, com café e piscina, é sobretudo o impacto social.

Tudo começou com uma casa de voluntários internacionais da marca irmã, a ImpacTrip, uma agência de turismo responsável que desenvolve programas de voluntariado em vários destinos desde Lisboa e Porto, Barcelona, Split e Roma.

A ImpacTrip foi fundada em 2015 quando Rita Marques e Diogo Areosa deixaram as suas profissões ligadas à Gestão e ao Turismo, respetivamente, para se dedicarem a um projeto totalmente dedicado ao ambiente e impacto social. Começaram a organizar experiências de turismos sustentável e em 2018 surgia o novo alojamento da cidade: a Impact House, na Estrela. Como a NiT então noticiou,  tudo ali foi pensado para reduzir ao máximo o impacto ambiental e não se produzir praticamente lixo dentro do prédio.

O projeto foi evoluindo ao longo do anos e, tal como explicou então Rita Marques à NiT, são cada vez mais as entidades de apoio social e ambiental que se foram juntado à ImpacTrip, como a Quercus, a Refood ou a Associação Resgate, “À medida que recebíamos mais e mais voluntários em Lisboa, que os alojávamos num hostel social de uma organização social, precisávamos de ter um alojamento com a nossa identidade”, adianta-nos a fundadora.

Foi assim que a Impact House nasceu, inicialmente e durante dois anos na Estrela; e que agora, após o desconfinamento, se mudou para o Restelo. Aqui, desde agosto que encontra o novo hostel com impacto positivo, com quartos dormitório e privados, alguns com casa de banho privada. E um café, com refeições saudáveis e deliciosas. E a piscina. Em suma, um espaço dedicado ao impacto social e ambiental positivo e que “oferece um enorme jardim com piscina com serviço de café com produtos saudáveis e locais, bem como restaurante, atividades regulares e alojamento”, resume Rita.

“Qualquer pessoa pode vir simplesmente comer, simplesmente beber um café ou mandar um mergulho na piscina. Se preferir, pode ficar a dormir”, adianta a fundadora, explicando que não se trata apenas de uma piscina com palmeiras, um café com esplanada, restaurante ou espaço para trabalho remotamente gratuito. “É tudo isto”.

A piscina.

A piscina é rodeada por um jardim, abre ao público às 12 horas e fecha às 20 horas, o preço de entrada são 5 euros por dia e tem limitação de 20 clientes externos ao alojamento. O restaurante, apesar de oferecer outras opções, prima pelas suas refeições vegetarianas, com menu de almoço e de jantar por apenas 10€, que inclui sopa, prato principal, limonada, salada, fruta e café. É recomendado fazer reserva, através do número +351 910 941 830, do email impacthouse@nullimpactrip.com ou das redes sociais da casa.

Já o Impact Café com snacks e bebidas diversas, serve os clientes da piscina e os trabalhadores remotos que aqui queiram trabalhar. Sendo um espaço aberto à comunidade e focado em criar o tal impacto positivo, em momento de quarentena e fronteiras fechadas, a casa decidiu deixar de ser apenas um hostel, para reforçar assim a sua ligação com a comunidade lisboeta e apoiar as organizações sociais e ambientais nesta fase mais difícil.

Devido ao compromisso assumido, a unidade apoia organizações sem fins lucrativos de diferentes maneiras. Por exemplo, parte dos ingredientes do restaurante e do café são da Semear, um projeto social que alia a produção biológica ao emprego inclusivo de pessoas com deficiência.

Um refeição.

Aposta também na economia circular, tendo um espaço para troca de roupa (swap spot da Circular Wear), doando excedentes de refeições a quem mais precisa, fazendo compostagem para adubar a horta da casa, para além da comum reciclagem. E como não podia deixar de ser, a Impact House adaptou-se à nova realidade, implementando as medidas de prevenção da DGS para o Covid-19, de forma a que os clientes possam aproveitar o espaço de forma segura.

“A Impact House é a casa das organizações sociais e o seu propósito principal é criar impacto positivo. De fornecedores dos produtos do bar, a criadores dos produtos da loja social, dinamizadores de atividades como ioga ou judo, até às exposições artísticas, as organizações sociais são o pilar da casa e uma visita à casa uma oportunidade para todos poderem ter acesso ao melhor que estas organizações têm para oferecer. Quer seja para beber um café de especialidade, para beber um sumo natural fresco e dar um mergulho ou para jantar com os amigos, todos são bem-vindos”, resume a fundadora.

Pode saber mais nas redes sociais Instagram e Facebook, onde também é colocado o menu semanal do restaurante todas as segundas-feiras

A zona exterior.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT