Na cidade

Há uma nova praia fluvial no norte de Portugal — e já é um sucesso enorme

No Açude do Rio Távora em Sernancelhe, Viseu, encontra piscinas flutuantes, passadiços, baloiços e espaço. Muito espaço.
Um espaço enorme e versátil.

É “um local único, com uma beleza extraordinária”, resume a autarquia local. Em 2021, o norte ganhou mais uma praia fluvial e o sucesso tem sido imediato. Vila da Ponte, uma bonita freguesia do concelho de Sernancelhe já conhecida como a Pérola do Távora, tem agora ainda mais motivos para visitar. Nesta zona banhada pelo rio nasceu uma praia fluvial com apoios, piscinas flutuantes, espaço, equipamentos originais e até passadiços — um verdadeiro espaço de diversão ao ar livre para descobrir.

É a mais recente praia fluvial do norte de Portugal. No entanto, já está a ganhar adeptos de toda a região. A Praia da Vila da Ponte é o resultado de quase duas décadas de planeamento municipal, que começou com a construção do Açude do Távora, a criação do Espaço de Festas e de Desportos e a construção da Ponte Metálica sobre a Ribeira de Ferreirim; e que agora oferece piscinas flutuantes, passadiços e um circuito pedonal único, que pode chegar aos 10 quilómetros no total.

Segundo explica à NiT Paulo Pinto, da Câmara Municipal de Sernancelhe, a praia fluvial é uma consequência de um investimento municipal e de uma estratégia desenhada em 2000, para valorizar a frente ribeirinha junto ao Távora.

“O primeiro grande passo foi quando nos foi permitido construir o Açude do Távora, um espelho de água que se mantem constante durante todo o ano”, conta-nos o responsável.

Posted by Infinitus Aventura on Monday, August 16, 2021

O rio que atravessa Sernancelhe foi limpo e fechado para que a bonita aldeia da Vila da Ponte ganhasse  aquele verdadeiro espelho de água, permanente e sem dependência de marés. Estava dado o primeiro passo.

O próximo foi também crucial: em 2004 era aprovado o Plano de Ordenamento da Albufeira do Vilar, que projetava soluções de veraneio para os dois concelhos banhados por esta albufeira, Sernancelhe e Moimenta da Beira, e para as duas margens.

“Ninguém pode alterar o que está nos planos sobre o que se pode fazer ao longo do rio e ligado ao turismo”, adianta Paulo Pinto. Estavam criadas as fundações e regras para tudo o que viria a seguir.

Logo depois, a autarquia criou uma ponte pedonal sobre o rio, um espaço de festas e ainda novos equipamentos do lado direito da ponte, adianta-nos a mesma fonte.

Depois, seguiu-se um campo de jogos e uma nova ponte metálica: a da Ribeira de Ferreirim, “que é muito bonita do ponto de vista arquitetónico e que passou a ligar pela primeira vez as aldeias de Freixinho e Ferreirim”.

Finalmente, chegou a fase das duas piscinas flutuantes, com diferentes profundidades para crianças e adultos, e da concessão da praia fluvial como tal; tudo inaugurado em maio desde ano, e tudo um sucesso “imediato”.

“Este foi o ano zero, a praia está a funcionar desde o final de maio, início de junho. E posso dizer que foi um sucesso tremendo, tanto que já tivemos de alargar o estacionamento”, explica o responsável.

Não se pense, porém, que por causa disso vai encontrar multidões. Por ali há espaço e segurança, segundo o município.

A autarquia garantiu quatro nadadores-salvadores, para toda a época balnear. Bem por perto, o espaço de festas que já tinha sido criado é explorado pela comissão de festas e funciona como bar; e há ainda um outro bar móvel de uma associação, sendo que entre ambos estão também garantidos os gelados, snacks e refrescos — até peixinhos da horta consegue petiscar.

Posted by Vila Da Ponte on Monday, August 9, 2021

Em complemento, nasceram os passadiços do Távora, que tornam a visita à praia numa experiência muito mais completa: é que além dos mergulhos e piscinas, consegue fazer um caminho panorâmico de dois quilómetros pela albufeira, em novos passadiços de madeira.

Eles juntam-se depois a outros trilhos (que ainda estão a ser marcados mas já são possíveis de fazer), e entre eles fica com três opções: a maior das quais de 10 quilómetros, por toda a margem do rio, passando a ver uma nova a aranha que é uma estrutura para observar aves, pelas aldeias e de volta.

Os visitantes “podem fazer só os Passadiços e regressar, 2 quilómetros; juntar ao trilho e fazer 5 quilómetros para a Aldeia histórica de Freixinho; ou os 10 quilómetros, se quiserem, até à Aldeia de Ferreirim, sendo que nesse caso completam a volta — num percurso circular de regresso até à praia fluvial onde eventualmente deixaram o carro”, acrescenta Paulo Pinto. Também pode fazer tudo isto de bicicleta.

Ainda falta mais um passo, previsto para o próximo ano: a criação de um embarcadouro para barcos elétricos ou a remos, os únicos permitidos já que o Rio Távora abastece água para consumo humano. Este ano, no entanto, já vai encontrar por ali caiaques, canoas e bicicletas para alugar.

E mesmo ali bem perto, encontra ainda um parque infantil e um baloiço num sobreiro que completam a magia do local.

Pode encontrar a nova praia nas coordenadas GPS 39″ 48″ 25.58″ N, 08″ 05″ 47.35″ W.

De seguida, carregue na galeria para conhecer melhor a nova praia fluvial, bem como as pontes e passadiços que a rodeiam.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT