Na cidade

Insufláveis, mercados e outras sugestões à borla para fazer este fim de semana em Lisboa

A Praça da Fonte Nova vai encher-se com atividades para toda a família e Alvalade volta a receber um mercado alternativo.
Há muito para fazer.

Os primeiros fins de semana de cada mês são sinónimo de mercados espalhados pela capital e entradas grátis em alguns museus de Lisboa. Para começar abril da melhor maneira, há uma série de atividades divertidas (e gratuitas) que pode fazer na cidade durante os dias de folga.

Além dos habituais mercados, como o Anjos70 Art & Flea Market, o Mercado P’la Arte ou o Mercado CCB, que invadem sempre a capital nos primeiros dias do mês, a grande novidade é o regresso da iniciativa Benfica Com (Vida). A partir desta sexta-feira, 5 de março, e até domingo, dia 7, a Praça do Fonte Nova volta a acolher atividades para toda a família e várias propostas de street food. 

Além das bancas com produtos regionais, moda e livros usados, o evento regressa com os famosos insufláveis que fazem os dias dos miúdos. Ao longo dos três dias haverá ainda aula de Zumba gratuita, viaturas vintage estacionadas no exterior do Fonte Nova e a Vinil Benfica, com a venda de LP, singles e raridades.

Outro destaque para este fim de semana é a festa Gimme Gimme, no Casino Lisboa, que vai trazer de volta os maiores êxitos dos anos 70, privilegiando os hits do pop, rock e disco que marcaram o panorama da indústria. 

A chegada do mês de abril traz também uma série de exposições relacionadas com a Revolução dos Cravos, que mudou o rumo do País há precisamente 50 anos. A mostra do fotojornalista Marques Valentim, na Galeria de Santa Maria Maior, é um dos exemplos que retrata e documenta alguns dos momentos mais importantes vividos pela sociedade portuguesa no período de construção da democracia, bem como os seus protagonistas.

Confira abaixo as sugestões gratuitas da NiT para este fim de semana em Lisboa.

Sábado, 6 de abril

Anjos70 Art & Flea Market

O “mercado mais alternativo” de Lisboa regressa para mais uma edição. Situado em Alvalade, terá mais de 50 bancas com uma variedade de artigos à venda, como objetos decorativos, peças de roupa, acessórios, antiguidades, propostas vintage, bem como criações contemporâneas e originais de artistas emergentes.

Festa Gimme Gimme 

O Casino Lisboa tem uma nova festa à qual deu o nome de “Gimme Gimme”, numa referência ao famoso single dos ABBA. Será uma viagem pela década mais colorida de sempre, os anos 70, e cada atuação vai trazer de volta os maiores êxitos daquela altura, privilegiando aqueles hits incontornáveis do pop, rock, funk e, claro, disco que marcaram o panorama da indústria a um nível global.

Mercado P’la Arte 

No primeiro sábado do mês, o Prata Riverside Village acolhe uma “inovadora experiência” que permite a mais de 30 artistas apresentar e comercializar de forma criativa e atrativa o seu trabalho. O mercado consiste num projeto de exposição e venda de obras de artistas visuais.

Exposição do fotojornalista Marques Valentim

Para celebrar o 25 de Abril, a Galeria de Santa Maria Maior apresenta uma coleção de imagens do fotojornalista Marques Valentim, de 74 anos, dividida em duas exposições: “E Depois do Adeus” e “O Insubmisso”. O primeiro retrata e documenta alguns dos momentos mais importantes vividos pela sociedade portuguesa no período de construção da democracia e dos seus protagonistas, como o capitão Fernando Salgueiro Maia. Já a mostra “O Insubmisso” assinala os 100 anos do nascimento de Mário Soares, um dos principais construtores da nossa democracia com uma coleção de emblemáticas fotografias do político português.

Exposição “Room for Broken Hearts”

A galeria de arte lisboeta Apaixonarte recebe o “Room for Broken Hearts”, um conceito onde a artista Dear Anushka explora de uma forma mais profunda os recantos das emoções humanas, seja através da cerâmica, da fotografia, de objetos abandonados ou da instalação de vídeo e de som.

Domingo, 7 de abril

Benfica Com (Vida)

A iniciativa Benfica Com (Vida) está de volta à Praça do Fonte Nova com uma programação gratuita. Ao longo dos três dias haverá música, comida e bancas com produtos regionais, moda, livros usados e os miúdos vão poder saltar no já habitual parque de insufláveis. No domingo poderá participar ainda na aula de Zumba gratuita (11h30), mas o destaque serão as viaturas vintage que vão estar estacionadas no exterior do Fonte Nova, graças ao grupo Clássicos Portugal. 

Concerto Stomping at Six

A banda de swing e blues de Lisboa, que surgiu quando seus estudantes de música jazz viram bailarinos de lindy hop a dançar na rua, vai atuar no Casino Lisboa este domingo. O repertório é composto pelas músicas da era dourada do swing das décadas 20 e 30, com arranjos próprios e uma energia contagiante.

Exposição “25 de Abril Sempre!”

No ano em que se celebra os 50 anos do 25 de Abril, a exposição patente no Museu do Aljube ‒ Resistência e Liberdade convida a refletir sobre o que conquistámos desde então. No antigo parlatório de uma das prisões privativas da PIDE, a mostra convida à reflexão sobre resistências, preservação, construção e partilha de memória democrática.

Mercado CCB

No primeiro domingo de cada mês, o Centro Cultural de Belém organiza uma feira. Da gastronomia à natureza, das ofertas para miúdos ao artesanato contemporâneo, as marcas e os projetos portugueses  que foram convidados a mostrar o seu trabalho. O público é desafiado a ver e a participar em oficinas, a assistir a momentos de culinária ou a dançar ao final do dia.

Exposição “Factum”

Organizada pelas Galerias Municipais/ EGEAC por ocasião dos 50 anos do 25 de Abril, a exposição “Factum”, na Galeria do Torreão Nascente da Cordoaria Nacional, apresenta cerca de 170 fotografias de um dos mais notáveis fotógrafos portugueses. Eduardo Gageiro acompanhou, de forma crítica, modos de vida, várias personalidades e acontecimentos da história recente do País.

MAAT ‒ Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia

Entrada livre no primeiro domingo de cada mês entre as 10 e as 13 horas. Pode aproveitar para ver a exposição “Mar Aberto”, do francês Nicolas Floc’h, que decidiu apostar em várias artes: a fotografia, o vídeo e as esculturas. Tal como é habitual nos seus trabalhos, a mostra que leva até ao MAAT retrata o mar e o impacto das alterações climáticas no nosso planeta. Todas as imagens apresentadas foram tiradas em zonas como a Bretanha, região francesa de onde é natural, ou a bacia hidrográfica do Mississipi.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT