Na cidade

IPCA: o politécnico onde se preparam os estudantes para o mercado de trabalho

O Instituto Politécnico do Cávado e do Ave aposta numa abordagem pioneira onde se simula o ambiente vivido nas empresas.
Todos os cursos têm vertentes práticas.

Todos os anos, o mês de setembro marca uma nova fase na vida de muitos jovens. A entrada na universidade, as novas realidades, os amigos que muitas vezes ficam para a vida e, claro, os primeiros passos para o resto da vida profissional são dos momentos mais entusiasmantes no percurso de muitos finalistas.

Além da carreira académica, muitos jovens enfrentam outros desafios que se associam. Um deles é, obviamente, viver sozinhos, longe de casa e numa cidade desconhecida. É por isso que, na maioria das vezes, é preciso encontrar a instituição e o curso certos, aqueles que garantam anos de muita aprendizagem prática, semelhante ao ambiente que se vive em empresas.

É justamente numa formação académica prática que o Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) assenta o seu projeto educativo. O politécnico público de ensino superior, com sede em Barcelos, tem uma ampla oferta formativa em áreas tão distintas como o Design, a Gestão, a Tecnologia, a Hotelaria e o Turismo.

A frequente organização de projetos, formações, seminários e conferências, de caráter nacional e internacional, prepara os estudantes com todas as competências necessárias para superarem os desafios das profissões que terão de desempenhar no futuro. Isto acontece, claro, em todos os cursos do IPCA, que se divide em 14 licenciaturas, 26 mestrados e cursos de pós-graduação, 24 cursos técnicos superiores profissionais (CTeSP) e outros cursos que não conferem grau.

As cinco escolas superiores do IPCA — Escola Superior de Gestão (ESG), Escola Superior de Tecnologia (EST), Escola Superior de Design (ESD), Escola Superior de Hotelaria e Turismo (ESHT) e Escola Técnica Superior Profissional (ETeSP) — estão distribuídas pelo campus de Barcelos, com instalações modernas e altamente equipadas. No caso da ETeSP, os cursos distribuem-se ainda pelos pólos de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão.

A M Factory.

No IPCA, os alunos podem optar por estudar em regime diurno, pós-laboral ou ensino a distância. Aposta-se, sobretudo, na investigação aplicada e orientada para o ambiente empresarial. Graças a isso, os estudantes podem resolver casos reais, fazer projetos com empresas ou ter acesso a laboratórios específicos e a softwares utilizados no dia a dia pelos profissionais.

É precisamente por isso que, no campus de Barcelos, funcionam também a unidade Praxis 21 – Centro de Investigação para o Incremento Técnico-Científico do Cávado e do Ave, o Centro de Investigação em Contabilidade e Fiscalidade (CICF), o 2AI (Laboratório de Inteligência Artificial) e o consórcio ID+ (Instituto de Investigação em Design, Media e Cultura).

Em 25 anos de existência, o IPCA já formou mais de 8 mil estudantes e, devido ao modelo académico diferenciador e prático, os graduados estarão preparados para os desafios profissionais futuros. Aliás, este é um dos principais motivos para o facto de no ano letivo 2019-2020, o IPCA ter sido o segundo politécnico do País com maior taxa de entrada.

Para o próximo ano letivo de 2020/2021 o Politécnico de Barcelos já está a receber candidaturas — tem até 14 de agosto para se inscrever num Curso Técnico Superior Profissional nas mais de 900 vagas disponíveis. Para o Concurso Nacional de Acesso (CNA) o IPCA vai ter abertas mais de mil candidaturas que decorrem de 7 a 23 de agosto.

O campus principal.

As experiências internacionais são também cultivadas e estimuladas pela comunidade académica do IPCA. Para isso, os alunos podem participar no Programa Erasmus+, que permite a realização de períodos de estudo e estágios internacionais, a aprendizagem de outras línguas e a convivência com estudantes e docentes de outras nacionalidades.

Além disso, os estudantes podem candidatar-se a uma bolsa de estudo para receberem, no mínimo, o valor das propinas. O IPCA disponibiliza ainda as bolsas de mérito, que premeiam os melhores alunos dos vários cursos.

Para conhecer todos os cursos disponíveis e a informação sobre as candidaturas para uma destas escolas superiores, basta ir ao site do IPCA.

Este artigo foi escrito em parceria com o IPCA.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT