Na cidade

IPMA alerta para cheias e ventos fortes provocados por ciclone extratropical

O fenómeno passou a ser considerado um ciclone. Os piores dias serão esta segunda e terça-feira.
És tu, outono?

Previa-se, para este domingo e início da semana, uma das maiores chuvadas dos últimos meses. A culpa pertencia ao furacão Danielle, que este domingo, 11 de setembro, acabaria por perder esse estatuto e passar para o grau de ciclone extratropical.

Contudo, isso não significa que possa deixar o guarda-chuva em casa. O ex-furacão e agora ciclone irá na mesma passar por Portugal para provocar “uma alteração significativa do estado do tempo”.

Em comunicado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera explica que se prevê “a aproximação à Península Ibérica de linhas de instabilidade transportadas na circulação da referida depressão, às quais estão associadas massas de ar quente e instáveis, com elevado conteúdo em vapor de água, e que a partir do final da tarde de domingo”.

E acrescenta: “Irão originar períodos de chuva ou aguaceiros no litoral a norte do Cabo Espichel, que serão por vezes fortes, acompanhados de trovoadas e rajadas fortes a partir da madrugada de dia 12″. Dependendo da precipitação em cada local, o IPMA alerta para a possibilidade de “cheias rápidas em meios urbanos”.

A chuva deverá manter-se presente um pouco por todo o País ao longo da semana. Segunda e terça-feira serão os dias de maior impacto, com ventos mais fortes. O mau tempo deverá abrandar a partir de quarta-feira, dia 14.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT