Na cidade

Já começaram as obras para a ciclovia da Alameda das Linhas de Torres

A pista pretende fazer a ligação com a rede do Campo Grande, mas há residentes a queixarem-se da supressão de faixas.
Imagem de Américo Simas (CML).

O anúncio foi feito pela autarquia de Lisboa, nas suas redes sociais: já estão a acontecer os trabalhos de implementação da ciclovia da Alameda das Linhas de Torres, no troço entre o Campo Grande e o cruzamento com a estrada da Torre.

De acordo com a câmara municipal, esta nova pista bidirecional, com uma extensão de cerca de dois quilómetros, “prolonga a rede ciclável para norte” e faz a ligação com a rede existente no Campo Grande e Eixo Central, Rua Prof. Fernando da Fonseca, Rua Francisco Stromp, e Estrada da Torre.

A intervenção pretende, adianta a autarquia, permitir melhorar a segurança rodoviária ao longo deste eixo “que serve diversas escolas, universidades e serviços”. Visa também promover “a melhoria da acessibilidade pedonal, nomeadamente melhorar os acessos das zonas de espera dos transportes públicos”.

Segundo foi anunciado no início de fevereiro, seria esta primavera que avançavam as novas ciclovias da Avenida de Berna; bem como esta, da Alameda das Linhas de Torres, em Lisboa. Os trabalhos de construção das novas ciclovias deveriam ter sido concluídos em setembro de 2020, mas há vários atrasos no plano de mobilidade pós-Covid, apresentado em junho do ano passado. As novas previsões apontam para que tudo esteja pronto a utilizar ainda no primeiro trimestre do ano.

No que diz respeito à Avenida de Berna, o plano diz que serão eliminados os lugares de estacionamento, haverá um reforço da via bus e uma ciclovia unidirecional de cada lado. O estacionamento que vai desaparecer é aquele que vai desde o cruzamento da Rua Marquês Sá da Bandeira e da Rua da Beneficiência até à Av. da República, sendo que a ciclovia passará a ocupar esse espaço entre a via bus e o passeio.

Será feita também a melhoria das condições de acessibilidade e mobilidade com o rebaixamento do passeio em algumas zonas e em determinados pontos da ciclovia haverá zonas de embarque em autocarros, uma vez que estes não podem acercar-se dos passeios.

Já em relação a esta ciclovia da Alameda das Linhas de Torres, será suprimida uma via de trânsito e alguns lugares de estacionamento. Isto serve para criar a ciclovia bidirecional que ligará o Campo Grande ao Lumiar no sentido descendente.

Segundo a Junta de Freguesia do Lumiar, a informação sobre o programa de expansão das ciclovias pode ser consultada num link para o site da Câmara Municipal de Lisboa, do qual consta uma descrição sumária da intervenção na alameda e a proposta relativa à Alameda das Linhas de Torres está disponível diretamente através de outra plataforma.

A publicação do Facebook onde a CML confirma o início das obras, com menos de um dia, tem mais de 800 comentários, com alguns utilizadores a elogiar este tipo de iniciativas mas muitos a criticar a inevitável supressão de faixas.

Já estão em curso os trabalhos de implementação da ciclovia bidirecional na Alameda das Linhas de Torres, no troço entre…

Posted by Câmara Municipal de Lisboa on Tuesday, March 2, 2021

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT