Na cidade

Já é possível voar por Lisboa com os pés bem assentes na terra

A Praça do Comércio, o Cristo Rei, a Ponte 25 de Abril e o Mosteiro dos Jerónimos são alguns dos monumentos que pode sobrevoar.
Nunca viu Lisboa desta maneira.

Lisboa pode ser visitada através de vários ângulos e pontos de vista. Há quem prefira descobrir a capital atentando aos restaurantes, enquanto outros optam pela visita aos monumentos e bairros tradicionais. Todavia, poucos tiveram a oportunidade de a descobrir através de cima, algo que apenas se pode fazer voando. Mesmo assim, não é nada fácil, devido a todas as regras impostas à realização deste tipo de voos. Felizmente já é possível sobrevoarmos Lisboa sem tirar os pés do chão.

Abriu no Lisbon Story Center, a 13 de dezembro, um simulador de realidade virtual que, através de imagens recolhidas por drones — o levará pelo ar numa sensação de voo, ao passar por cima da Praça do Comércio, Rua Augusta, Sé, Castelo de São Jorge, Cristo Rei, Ponte 25 de Abril, MAAT, Mosteiro dos Jerónimos, Monumento dos Descobrimentos, Torre de Belém, Baía de Cascais, Palácio da Pena, Palácio de Monserrate e a Quinta da Regaleira.

As imagens foram capturadas por uma câmara que consegue gravar a 360 graus, e com uma resolução de 11K (sendo que uma televisão com full HD nos dias de hoje tem apenas 4K). A sensação de voo é obtida com óculos VR3D de última geração que oferecem uma visão periférica superior a 180 graus, e uma máquina voadora inspirada na época do Bartolomeu Gusmão, que assenta numa plataforma hidráulica com três eixos, que acompanha os movimentos do voo.

A experiência dura cerca de 20 minutos e todos os visitantes terão a oportunidade de sobrevoar os principais monumentos de Lisboa, Cascais e Sintra, entre 10 horas e as 19 horas. 

O bilhete tem custo de 10€, com preço especial de 8€ para famílias de quatro (incluindo dois adultos e duas crianças até os 16 anos). É possível adquirir bilhete combinado com a visita ao museu por 15€, sendo o preço da entrada para o Lisbon Story Center, na Praça do Comércio, de 6,50€.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT