viagens

Já não é obrigatório usar máscara na rua em Israel

A partir deste domingo, as pessoas passam apenas a ser obrigadas a usar proteção em espaços fechados.
A normalidade está a regressar ao país.

Israel continua o processo de desconfinamento gradual com vista à normalidade. Este domingo, 18 de abril, foi dado mais um passo nesse sentido com o uso de máscara a deixar de ser obrigatório na rua. Ainda assim, a mesma proteção deve continuar a ser feita em espaços fechados.

O Ministério da Saúde do país revelou ainda que a máscara é recomendada em eventos no exterior que possam juntar grandes aglomerados de pessoas. Este alivio nas medidas que se tem verificado nas últimas semanas está relacionado com o processo de vacinação bem sucedido em Israel.

Segundo o “The Guardian”, mais de metade da população, cerca de 54 por cento dos 9,3 milhões de pessoas, encontra-se vacinada com as duas doses. Neste caso, foram distribuídas as vacinas da Pfizer. 

Esta semana, o país começa também uma nova fase de reaberturas, com regresso presencial ao ensino secundário. Escolas básicas, creches e universidades já se encontram com o serviço regular.

O número de casos nas últimas semanas tem andado numa média de 180 por dia, mas com tendência de descida.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT