Na cidade

Já não é preciso andar com o cartão de cidadão (e a carta de condução) na carteira

Os documentos digitais disponíveis na aplicação do Estado já têm o mesmo valor dos físicos. Basta mostrar o telemóvel.
Boas notícias.

Pagar multa por não ter consigo a carta de condução ou o cartão de cidadão caso seja parado pela polícia já deixou de ser um problema. Agora, basta apresentar as versões digitais no telemóvel.

Os documentos disponíveis na aplicação móvel id.gov, uma carteira digital, já têm o mesmo valor jurídico do cartão de cidadão e a carta de condução físicas. O reconhecimento da validade legal resulta de uma alteração à Lei 19-A/2024, publicada a 7 de fevereiro e que entrou em vigor no dia seguinte (8).

Com a alteração legislativa, os “documentos, títulos ou licenças em suporte digital e respetivos dados apresentados em tempo real”, através da aplicação, passam a ter o mesmo valor jurídico e probatório dos documentos originais.

Além do cartão do cidadão e da carta de condução, também o Documento Único Automóvel (DUA) e o cartão de saúde da ADSE dos funcionários públicos podem ser adicionados à aplicação. Para o fazer, basta ter a Chave Móvel Digital (CMD) ativa.

A id.gov é uma aplicação móvel que permite guardar, consultar e partilhar, através do telemóvel, os dados dos documentos de identificação que estejam disponíveis na plataforma.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT