Na cidade

Nasceu a nova residência universitária de Lisboa — vai alojar 320 estudantes

Os preços dos quartos variam entre os 83€ e os 334€. O complexo nasce de um investimento de 17 milhões de euros.
O objetivo é criar mais complexos para estudantes.

A reabilitação de dois edifícios que foram em tempos escritórios da Segurança Social, deu origem à nova residência universitária em Lisboa, uma das maiores da capital. O complexo foi inaugurado esta quarta-feira, 17 de abril, e consegue alojar 320 jovens oriundos de várias instituições de ensino superior na capital.

Localizada na Avenida Manuel da Maia, próximo à Alameda e ao Instituto Superior Técnico (IST), o edifício vai ter cerca de 40 quartos com um valor mínimo de 83 euros, no caso dos alunos bolseiros, e os preços podem chegar a um custo máximo de 334 euros para os agregados familiares com um rendimento acima da média.

A obra resulta de um investimento de 17 milhões dos euros, dos quais 10 milhões foram financiados pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Concluído o projeto, será agora gerido pelos Serviços Sociais da Universidade de Lisboa e os quartos distribuídos pelos alunos a estudar no concelho que necessitem de alojamento.

“A universidade vai gerir, com toda a transparência, os alunos que mais precisam, aqueles que as famílias têm menos condições, para poderem ter aqui alojamento”, afirmou o presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, citado pela SIC.

“Em seguida, vamos ter, pelo menos, mais mil camas”, acrescentou o autarca, que reforça a intenção de abrir mais residências universitárias até ao final do mandato. Um dos objetivos é criar um destes complexos no espaço do antigo edifício do Ministério da Educação.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT