Na cidade

Jardim Zoológico de Lisboa tem 3 novas crias de leão — são adoráveis

Os novos residentes do zoo já estão prontos para receberem os visitantes.
Apenas têm oito meses de idade.

Os laços com as mães são transversais a muitas espécies. As progenitoras são as principais figuras que mantêm as crias vivas ao mesmo tempo que lhes dão tudo o que precisam para prosperar. No Jardim Zoológico de Lisboa não faltam mães e bebés, e a 1 de maio, Dia da Mãe, poderá conhecer as três novas crias de leão (que foram apresentadas oficialmente na quinta-feira, 21 de abril).

Tratam-se de três pequenos leões de apenas oito meses de idade, que serão amamentados pela progenitora durante cerca de dois anos. Durante esse período, aprenderão a caçar e a camuflar-se, ao observarem os adultos.

Embora sejam adoráveis (pelo menos agora), os leões-africanos são os maiores carnívoros de África e distinguem-se pela enorme juba que começa a formar-se logo aos três anos de idade.

Classificada como vulnerável pela União Internacional para a Conservação da Natureza, as principais ameaças a esta espécie são o  conflito com as populações humanas e caçadores e a redução de habitat e de presas. Atualmente, o leão-africano apenas se encontra em 22 por cento do seu habitat original. É mais frequente encontrar estes espécimes em áreas protegidas como parques e reservas naturais.

No primeiro dia de maio pode passar pela instalação dos leões pelas 10h30, onde será recebido pelas crias a tomarem o seu primeiro pequeno-almoço público. Além disto, ao longo do fim de semana, das 10 horas às 12 horas e das 14 horas às 16 horas, poderá ver educadores ambientais a passearem pelo zoo, onde estarão a partilhar curiosidades sobre os novos residentes do Jardim Zoológico de Lisboa.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT