Na cidade

Jéssica: a cadela que é “candidata” à presidência da Câmara de Viana do Castelo

A ideia surgiu de um humorista e tem, por inerência, um objetivo satírico. Mas também uma mensagem importante.
Aqui está ela.

Jéssica, com um ano de idade, é uma cadela da raça bulldog francês, que é também surda. É adorável e a mais recente candidata — simbólica e humoristicamente, claro — à presidência da Câmara de Viana do Castelo nas próximas eleições autárquicas. Um fenómeno crescente nas redes sociais que ganhou força nos últimos dias, com as votações à porta.

No próximo dia 26 de setembro não vai, como é óbvio, poder eleger a Jéssica. Mas até lá, prepare-se para continuar a ser invadido, nas ruas por cartazes se mora em Viana, na Internet um pouco por todo o lado, por esta campanha que tem objetivos meramente satíricos — ainda que uma mensagem um pouco mais séria também associada.

A ideia partiu de Hugo Soares, um humorista de Viana do Castelo. Hugo tem 34 anos, é formado em Artes Plásticas e é sobretudo nos últimos tempos que se tem dedicado mais ao humor, através das redes sociais e do stand-up comedy.

A Jéssica é uma cadela com um ano (feito a 11 de setembro) que foi vendida por criadores mas foi devolvida porque era surda. Foi Hugo quem a salvou. “Eu adotei-a e no último ano tem sido a minha companhia de vida e de trabalho”, conta o humorista à NiT.

Hugo Soares.

A adição que Hugo fez à sua família acabou por ter um inesperado impacto profissional. “Desde que a Jéssica está comigo que tem feito parte do meu trabalho enquanto comediante. Criei uma personagem com ela que no fundo é meu alter-ego. Eu sou fundamentalmente um comediante de Humor Negro e a personagem Jéssica é o meu lado ingénuo, honesto e generoso”, explica-nos.

A dado ponto, o vianense criou mesmo um programa no Youtube, chamado “O Pogama da Jéssica”. Aqui, os temas são mais locais e as pessoas da região começaram por isso a identificar-se. “Já passavam pela Jéssica na rua e reconheciam-na”, conta-nos Hugo Soares.

O humorista depois participou no concurso do cartaz das Festas d´Ágonia onde Jéssica aparecia trajada à Lavradeira. Logo de seguida decidiu fazer uma sátira às Autárquicas e é aí que nasce esta campanha: Vota na Jéssica.

E o que quer a bulldog para Viana? Por exemplo, “aumentar o Prédio Coutinho para cima, mais 15 andares para cima, para ficar muito mais alto”;  ou “proibir carros nas ruas da cidade”, algo fácil já que a cidade “vai passar a ser toda em água e toda a gente vai ter um barco oferecido pelos estaleiros”.

Se, num planeta paralelo, Jéssica concorresse mesmo e ganhasse, iria também “mandar fazer uma autoestrada desde Viana do Castelo até Melgaço”. Sem portagens claro, a não ser que considere portagem o requisito obrigatório de uma garrafa de Vinho Alvarinho. A cadela propõe-se ainda fazer as festas da Nossa Senhora da Agonia mês sim mês não, entre outras iniciativas.

Posted by Vota na Jéssica on Sunday, September 12, 2021

“As ideias que a Jéssica defende são uma alternativa humorística ao que as pessoas pensam. No fundo são fruto das coisas que ouço e digo no café… se eu ouvir alguém a dizer que um prédio deve ir a baixo e outro a dizer que deve ficar como está, eu sou o terceiro que vai dizer que deve é ter mais andares”, explica o humorista.

“A Jéssica tem este pensamento quase absurdo e ingénuo, mas honesto. Parte de uma realidade e desconstrói para fazer rir e para fazer pensar”, adianta Hugo Sores à NiT.

Sobre a adesão, desde que começou primeiro a fazer cartazes, criar vídeos e até distribuir flyers, Hugo diz que a resposta das pessoas o surpreendeu. “Eu esperava adesão e curiosidade local, claro, as pessoas já conheciam a personagem. Confesso que não esperava tantas partilhas nas redes — e sem serem locais”, adianta.

Foi o humorista quem criou tudo: a imagem gráfica e os 50 cartazes e 2500 panfletos para espalhar pela cidade nos pontos chave, basicamente onde estão os cartazes do verdadeiros candidatos.

Este é o meu cartaz com o fundo azul. Simboliza o mar de Viana que também é azul. Mas às vezes tem muito sargaço e…

Posted by Vota na Jéssica on Monday, September 13, 2021

Quanto aos objetivos, nada mais simples: “esta é uma campanha humorística, o objetivo principal é fazer rir”, começa por explicar.

No entanto, adianta, “obviamente no processo artístico, como o humor, existe a crítica e a opinião”. E explica qual é a sua, neste caso: “sei que a maioria das pessoas leu as propostas da Jéssica mas não leu as dos outros candidatos. É exatamente aqui o meu ponto: as pessoas levam os humoristas a sério e levam os políticos a brincar”.

A propósito das autárquicas e de humor, por causa das próximas eleições, regressou recentemente uma das páginas mais populares do Facebook: os Tesourinhos das Autárquicas, com cartazes tão incríveis que se tornam virais.

O grupo voltou para estas eleições e tem já mais de 162 mil seguidores, tendo a NiT já falado com alguns dos protagonistas sobre esta exposição através dos seus cartazes, muitas vezes inesperada ou indesejada, outras surpreendentemente produtiva. 

De seguida, carregue na galeria para conhecer algumas das partilhas mais virais e divertidas deste ano, até à data, pelo grupo dos Tesourinhos das Autárquicas.

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT