Na cidade

Jovens portugueses saem cada vez mais tarde de casa dos pais

Isso só acontece em média aos 30 anos, o que nos coloca acima dos valores de referência da União Europeia.
Nem sempre é fácil sair.

Portugal é um dos países europeus em que os jovens demoram mais tempo a sair da casa dos seus pais. Os dados divulgados pelo Eurostat na quinta-feira, 12 de agosto,. mostram ainda que, de forma geral, as mulheres saem mais cedo de casa do que os homens.

Segundo a “SIC Notícias“, a média para encontrar a independência na União Europeia subiu para os 26,4 anos em 2020 e Portugal encontra-se acima: com uma média de idade a atingir os 30 anos. 

A independência material inerente aos números de cada país está relacionada com normalmente com saídas para estudar, trabalhar, casar, entre outros, dependendo ainda de fatores sociais e culturais, adianta o canal.

Acima de Portugal nesta tendência mais tardia está a Croácia, ao liderar a tabela dos países em que os jovens deixam a casa dos pais com mais idade, numa média de 32 anos. Eslováquia, Malta e Itália também têm médias acima dos 30. O nosso País surge em quinto nesta lista.

Do outro lado, Suécia, Luxemburgo e Dinamarca lideram a tabela de países em que os jovens saem mais cedo da casa, com idades de 17 anos e meio, 20 e 21 anos, respetivamente.

 

 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT