Na cidade

Linha Violeta do Metro de Lisboa vai estar pronta até 2026

A ligação que unirá Loures e Odivelas vai incluir 17 novas estações e 11 quilómetros de linha, num custo total de 527 milhões.

A futura linha de Violeta do Metro de Lisboa, que irá conectar os concelhos de Loures e Odivelas, deverá estar operacional até o fim de 2026, revela o Governo esta segunda-feira, 27 de novembro. O projeto representa um investimento de 527,3 milhões de euros, conforme estabelece a resolução publicada em Diário da República.

O custo será suportado com 390 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência, sob a forma de empréstimo, e 137,3 milhões de euros provenientes do Orçamento do Estado. A linha Violeta terá 17 estações e uma extensão de aproximadamente 11,5 quilómetros.

No concelho de Loures, o troço de 6,4 quilómetros contará com nove estações nas freguesias de Loures, Santo António dos Cavaleiros e Frielas. Em Odivelas, o projeto inclui a construção de oito estações que vão servir as freguesias da Póvoa de Santo Adrião, Olival de Basto, Odivelas, Ramada e Caneças, numa extensão total de 5,1 quilómetros.

O Governo esclarece que o valor da empreitada de construção da linha Violeta do metro sofreu alterações devido ao “contexto internacional”, especificamente a guerra na Ucrânia, que causou “aumentos muito significativos” nos custos da energia e materiais necessários. Apesar destes ajustes no custo e no prazo, o projeto mantém o objetivo de estar operacional até ao final de 2026, com algumas obras complementares a prosseguir até 2027.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT