Na cidade

Madeira e Portugal nos melhores dos prémios da “Condé Nast Traveler”

Portugal foi eleito como o melhor país e o São Lourenço do Barrocal o melhor hotel da Península Ibérica.
Nova distinção.

Quem mora em Portugal, quer tenha ou não tido oportunidade de visitar a Madeira, conhece os seus atributos: o clima ameno, a beleza natural de vegetação selvagem, o mar de água translúcida, a simpatia das pessoas, as experiências de tradição local, as muitas atividades desportivas e as variadas opções de estadia e restauração.

Estas mesmas características pareceram voltar a encantar turistas de todo o globo. Mesmo num ano particularmente desafiante para o turismo, a Madeira foi distinguida na edição deste ano da Condé Nast Traveler Reader’s Choice Awards. E Portugal é mesmo o melhor destino do mundo.

Mais de 800 mil leitores de todo o planeta contribuíram para as escolhas que distinguem o melhor do turismo mundial. A Madeira surgiu em 4.º lugar, com uma classificação de 94.38, na categoria de Melhores Ilhas – Europa, entre 20 destinos que têm Hvar (Croácia), Mykonos e Zakynthos (Grécia) como as primeiras três escolhas.

E este ano, Portugal foi eleito como o melhor país ou destino, seguido da Nova Zelândia e Japão; e o São Lourenço do Barrocal como o melhor hotel da Península Ibérica.

Os prestigiados Condé Nast Traveler’s Readers’ Choice Awards celebram os melhores lugares do planeta, de longínquos retiros em áreas selvagens, hotéis urbanos próximos de casa, a vilas mediterrâneas e spas de destino na Ásia. São atribuídos anualmente e representam as escolhas dos leitores da publicação.

Nesta edição, mais de 800 mil leitores submeteram dezenas de pontuações e comentários sobre as suas experiências de viagem nos melhores hotéis, resorts, cidades, países, ilhas, spas, comboios, car rentals, bagagem, companhias aéreas, aeroportos e cruzeiros. O resultado dos prémios de 2021 representam as melhores experiências que os leitores da Condé Nast Traveler tiveram a oportunidade de desfrutar e, as quais, desejam repetir.

Neste ano atípico vivido, que baixou o volume de viagens e o número de estadias, os prémios deste ano refletem também a forma como o mundo do turismo reagiu, mostrou confiança e segurança e recebeu os viajantes mantendo padrões elevados.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT