Na cidade

NiT assina protocolo para criar várias redações na região centro de Portugal

O acordo com a Câmara do Comércio da Região das Beiras é um passo fundamental para a expansão editorial da revista.
O protocolo foi assinado no Fundão.

A MadMen, empresa detentora da revista NiT e de outras publicações digitais, assinou no domingo, 4 de dezembro, no Fundão, um protocolo de cooperação com a Câmara do Comércio da Região das Beiras (CCRB) que pretende reforçar ainda mais o valor da NiT como uma marca nacional. Ao longo dos próximos meses, a MadMen vai abrir redações em várias cidades do centro do País, com equipas compostas por jornalistas, videografos e designers.

Ao contrário do que é comum, o objetivo não é contratar jovens do interior para fazerem parte das redações da NiT que já existem no Porto e em Lisboa. A ideia é contratar profissionais para trabalharem precisamente nas cidades onde vivem, perto dos amigos e das famílias. Desta forma, poderão escrever sobre tudo o que acontece nas respetivas cidades, graças a um jornalismo de proximidade efetiva.

Atualmente, a MadMen já tem revistas com notícias específicas de alguns concelhos do País, como a “New in Setúbal”, “New in Oeiras”, “New in Porto” e “New in Seixal”. Agora, graças a este protocolo com a CCRB, irá expandir este projeto para cidades do interior, com notícias exclusivas na área do lifestyle. Em breve, serão anunciados os locais onde serão montadas as redações destas novas revistas.

“A aposta nas pessoas, maior riqueza das empresas, é certamente uma das vias fundamentais que nos ajudará a chegar ao sucesso. E chegou o momento de sermos parceiros, CCRB e NiT, através deste protocolo celebrado no Interior Raiano, que é sem dúvida o coração ibérico. Este projeto vai com certeza promover as regiões com muita intensidade”, diz Ana Correia, presidente da Câmara do Comércio da Região das Beiras.

Jaime Martins Alberto, diretor-geral da MadMen, acrescenta: “É uma grande oportunidade para a nossa expansão editorial, mas também para aproximar o litoral do interior do País através do jornalismo de lifestyle. Este protocolo vai valorizar a coesão territorial ao mesmo tempo que contamos as histórias particulares de cada região pelas mãos dos profissionais que nasceram e querem continuar a viver ali”.

 

O momento da assinatura do protocolo.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT