Na cidade

Manifestação contra preços dos combustíveis juntou apenas 12 pessoas em Lisboa

Mais de mil disseram que iriam comparecer nas redes sociais. Na hora de ir para a rua, foram poucos os que apareceram.
Prepare-se para mais uma subida

A indignação dos portugueses das últimas semanas com a subida imparável do preço dos combustíveis não se fez sentir na rua este sábado, 16 de outubro, dia em que uma manifestação deveria ter invadido Lisboa. De acordo com o “Jornal de Notícias”, à hora marcada, não estavam reunidos mais de 12 participantes.

O evento promovido no Facebook tinha, segundo o organizador, mais de 1700 pessoas confirmadas. “Houve muitas pessoas a protestarem online, mas parece ser traço dos portugueses acobardarem-se”, explicou Cláudio Fonseca ao jornal diário.

Numa altura em que os preços continuam a subir e que a gasolina já atingiu, em alguns locais, os 2€ por litro, espera-se que a contestação continue a subir. Isto porque para esta segunda-feira, 18 de outubro, está prevista uma nova subida dos valores nas gasolineiras. 

Em curso está também um protesto que pede aos portugueses que boicotem as estações de serviço e que não abasteçam os carros nos dias 15, 21, 22, 28 e 29 de outubro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

Novos talentos

AGENDA NiT