Na cidade

Menores vão ter que fazer testes para acompanharem pais vacinados

A regra será uma realidade “enquanto não houver decisão da DGS” quanto à vacinação dos mais novos.
Vai ser um problema

À medida que as medidas restritivas vão ficando para trás, graças ao avanço da vacinação, também o acesso a restaurantes, hotéis e espaços de cultura se torna mais apetecível. No entanto e como frisou António Costa na conferência de imprensa desta quinta-feira, 29 de julho, o certificado digital será uma ferramenta crucial nos próximos meses — conheça todo o novo plano de libertação anunciado pelo governo.

Quem não terá acesso a este certificado serão os menores, cuja necessidade de vacinação está ainda nas mãos da Direção-Geral de Saúde. Sem parecer definitivo da autoridade máxima da saúde em Portugal, os pais terão um problema complicado para resolver nas próximas semanas.

Mesmo com os pais vacinados, o acesso a locais que exijam certificado digital ou teste negativo obrigará a que os menores tenham, sempre e sem exceção, que ser submetidos a testes à Covid-19.

“Enquanto não houver decisão da DGS, é necessário teste”, frisou o primeiro-ministro sobre a questão. “Não sei qual vai ser a decisão final, mas admitamos que [a DGS] considera que não se justifica a vacinação nas crianças por terem um baixo risco de transmissão. Então [nesse caso] provavelmente também não fará sentido exigir-lhe o teste.”

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT