Na cidade

Metro do Porto já assinou contrato para a extensão da linha amarela

A empreitada significa um valor de 98,9 milhões de euros. As obras estão quase a ser iniciadas.
Mais novidades.

A expansão da linha amarela do Metro do Porto tem sido adiada há vários meses, porém, parece que agora vai mesmo avançar. Na quarta-feira, 25 de novembro, foi assinado o contrato para a empreitada, cujo valor de adjudicação é de 98,9 milhões de euros e que decorrerá até ao final de 2023.

Esta obra vai acrescentar três quilómetros à linha amarela, ligando Santo Ovídio a Vila d’Este e reforçando a cobertura do Metro em Vila Nova de Gaia. Os trabalhos vão ter início após validação por parte do Tribunal de Contas.

“Com um percurso que arranca em viaduto, entra depois em túnel e termina com o canal à superfície, o projecto considera três novas estações: Manuel Leão (subterrânea, junto à Escola Soares dos Reis e ao Centro de Produção da RTP), Hospital Santos Silva (mesmo em frente àquele que é o terceiro maior hospital do Norte) e Vila d’Este (uma zona residencial com cerca de 17 mil habitantes)”, pode ler-se no site oficial do Metro do Porto.

No início de novembro, foi também assinado o contrato da construção da linha rosa. Este projeto, juntamente com a extensão da linha amarela, representam um investimento total de mais de 407 milhões de euros.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT