Na cidade

Ministra da Saúde assume que celebrações em Fátima são uma possibilidade

Segundo Marta Temido, pode acontecer desde que sejam cumpridas as regras necessárias.
Estão marcadas para 13 de maio.

As celebrações em Fátima são sempre um momento marcante para o País e que traz pessoas de todo o mundo a Portugal. Apesar da pandemia de Covid-19, a ministra da Saúde assumiu que a sua realização a 13 de maio é uma possibilidade, embora as celebrações tenham sido canceladas por decisão do próprio santuário no início de abril.

“Se essa for a opção de quem organiza as celebrações, de organizar uma celebração do 13 de Maio onde possam estar várias pessoas, desde que sejam respeitadas as regras sanitárias, isso é uma possibilidade”, disse este sábado, 2 de maio, em entrevista à SIC. 

A conversa sobre Fátima surgiu após comentar as celebrações do 1.º de Maio, Dia do Trabalhador, que geraram debate pelo número de pessoas reunidas no mesmo espaço. Segundo Marta Temido, cada organizador de uma iniciativa tem de fazer um juízo de valor sobre aquilo que acha que sejam os riscos que vai correr com a sua decisão.

“Pode haver entidades que entendam que aquilo que está em causa é compatível com determinadas regras e outras que entendam de forma diferente”, explicou.

Disse também que, apesar de esta peregrinação não poder ser vivida nos moldes habituais, vão realizar-se as principais celebrações na Basílica de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, que serão presididas pelo cardeal D. António Marto e transmitidas pelos meios de comunicação social e digital.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm
Novos talentos

AGENDA NiT