Na cidade

Morreu Otelo Saraiva de Carvalho

O capitão de abril estava internado no Hospital Militar. Tinha 84 anos.
Tinha 84 anos.

Morreu este domingo, 25 de julho, Otelo Saraiva de Carvalho. A notícia da morte do capitão de abril foi avançada pela “TSF”. Foi confirmada pelo presidente da Associação 25 de Abril, Vasco Lourenço, pelo “Observador”.

De acordo com as informações mais recentes, Otelo Saraiva de Carvalho, que tinha 84 anos, estaria internado no Hospital Militar.

Otelo Saraiva de Carvalho nasceu em 1936, em Lourenço Marques (Maputo), Moçambique. Cumpriu três missões durante a guerra colonial, em Angola e na Guiné e foi um dos principais impulsionadores do Movimento das Forças Armadas, responsável pela organização da revolução de 25 de Abril de 1974.

Foi Otelo quem elaborou o plano de operações militares do 25 de Abril, que iria dirigir a partir de um posto de comando clandestino, instalado no quartel do Regimento de Engenharia n.º 1, da Pontinha.

Após a revolução, chegou a ser candidato à presidência da República, em 1976. No entanto, teve apenas 16 por cento dos votos e acabou por ser derrotado por Ramalho Eanes.

O militar esteve preso na sequência do caso das Forças Populares 25 de Abril (FP 25), organização responsabilizada por vários atos terroristas. Foi libertado ao fim de cinco anos, depois de um recurso de uma sentença de 15 anos.

Recorde-se que as FP-25 foram responsabilizadas por uma série de atentados nos anos 70 e 80 do século passado. Otelo sempre negou ter feito parte desta organização: “nunca mandei matar ninguém. Tenho horror a qualquer assassínio. Liquidar um ente humano é para mim extremamente doloroso, não concebo que alguém o consiga fazer. E no entanto tenho este rótulo que me é dado, sobretudo pela gente de direita”, assumiu ainda.

Em 1996, foi amnistiado e viria a ser absolvido das acusações em 2001.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT