Na cidade

Na noite passada foram registados 3 sismos ao largo do Corvo em menos de meia hora

O primeiro abalo aconteceu às 20h59 locais, a cerca de 490 quilómetros a norte-nordeste da ilha açoriana.
Aconteceram na noite de segunda-feira. Foto: Câmara Municipal de Corvo.

A noite de segunda-feira, 6 de junho, foi atribulada ao largo da ilha do Corvo, nos Açores. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) registou três sismos acima de 5,0 de magnitude na escala de Richter. Os abalos não foram sentidos pela população da ilha, que não reportou qualquer incidente.

O primeiro abalo, de magnitude 5,0, registado nas estações da Rede Sísmica Nacional, foi sentido às 20h59 locais (21h59 de Lisboa) e teve o epicentro a cerca de 490 quilómetros a norte-nordeste do Corvo, a cinco quilómetros de profundidade.

Poucos segundos mais tarde, foi registado um segundo sismo, que atingiu os 5,2 de magnitude, igualmente perto da ilha, desta vez a 10 quilómetros de profundidade. 

A terra voltou a tremer na zona do primeiro sismo menos de meia-hora depois. O terceiro abalo, de magnitude 5,1, aconteceu às 21h23 locais (22h23 de Lisboa) e também a cinco quilómetros de profundidade. 

Na escala de Richter, os sismos são classificados de acordo com a sua magnitude, dividindo-se em micro (menos de 2,0), muito pequeno (2,0 a 2,9), pequeno (3,0 a 3,9), ligeiro (4,0 a 4,9), moderado (5,0 a 5,9), forte (6,0 a 6,9), grande (7,0 a 7,9), importante (8,0 a 8,9), excecional (9,0 a 9,9) e extremo (superior a 10). Devido à sua magnitude, o sismo desta segunda-feira pode ser considerado moderado. 

Recorde-se atividade sismovulcânica no arquipélago dos Açores começou a 19 de março. Desde então já se registaram vários sismos ao largo de várias ilhas, entre elas, São Jorge. 

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT